exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

AMD anuncia placa gráfica “económica” preparada para a Realidade Virtual

Os óculos de Realidade Virtual estão a chegar ao mercado, mas exigem PCs extremamente caros. A AMD diz que não tem de ser assim.

  • 333

Sérgio Magno

Na Computex, uma das maiores feiras de tecnologia do mundo, a AMD apresentou um novo processador gráfico baseado na arquitetura Polaris – uma nova tecnologia para processadores gráficos em que AMD tem vindo a trabalhar.

Ao contrário do que é habitual, o novo chip da AMD, denominado Radeon RX 480, não pretende bater recordes de desempenho ou concorrer no segmento superior. De acordo com os responsáveis da empresa norte-americana, as placas gráficas com este GPU (processador gráfico) vão ter um preço de apenas 199 dólares para a versão com 4 GB de memória e 249 dólares para a versão com 8 GB de memória. Muito longe das placas gráficas GeForce topo de gama da concorrência lançadas recentemente, com preços de referência acima dos 500 dólares. A confirmar-se este valor, é de esperar que as Radeon RX 480 cheguem ao mercado nacional com um preço base de venda ao público real abaixo dos 250 euros. Ainda assim um valor extremamente competitivo para uma placa gráfica que, de acordo com o anunciado, tem capacidade q.b. para ser usada em sistemas de realidade virtual.

Ainda não foram anunciados grandes pormenores técnicos sobre o novo processador, mas já se saber que a memória utilizada é GDDR5 capaz de atingir uma largura de banda de 256 GB/s e que a GPU é constituído por 36 unidades de processamento. A potência máxima requisitada é de 150 watts.

Este lançamento parece estar de acordo com a teoria que a AMD está a desistir de competir no segmento superior com a Nvidia, concentrando-se no mercado da qualidade/preço. Um pouco como a marca já fazia no segmento dos processadores.

  • 333