exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Renegade: a caneta que imprime em 3D a partir de sacos e garrafas

O projeto chegou agora ao Kickstarter e a caneta Renegade pode servir para reutilizar sacos de plástico ou garrafas usadas. Além da vertente ecológica, pode usar filamentos à semelhança de outras canetas.

  • 333

O mercado já viu canetas como a 3Doodler e que usam filamentos para imprimir objetos em 3D, à vontade do utilizador. Agora, há um projeto no Kickstarter que vai agradar aos fãs da impressão 3D e da ecologia: a Renegade. Esta caneta usa materiais como sacos de plástico ou garrafas para que cada utilizador possa dar largas à imaginação. Em alternativa, podem ser usados os filamentos já conhecidos, explica o Slashgear.

A caneta tem um sistema de rosca para entrada do material a imprimir em 3D e um sistema de aquecimento para destruir e derreter o plástico. O material que sai rapidamente se solidifica, dando corpo à criação do utilizador. Os fabricantes da Renegade explicam que praticamente não há limitações sobre os materiais a usar, aceitando tiras de 5 a 7 mm cortadas de garrafas PET, de sacos de plástico ou filamentos de 0,14 a 0,35 mm de espessura.

Os mentores pretendiam 32 mil dólares para avançar com o projeto, meta já atingida. Cada caneta deve custar cerca de 80 dólares e o conjunto de caneta e destruidor ChupaCut cerca de 120 dólares, com as primeiras entregas previstas para janeiro do próximo ano.

  • 333