exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Novas gráficas da Nvidia já têm versões para portáteis

Chamam-se GeForce GTX 1080M, 1070M e 1060M e visam permitir que os portáteis sejam capazes de correr jogos em 4K e em realidade virtual.

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Os últimos meses têm sido muito frutuosos para a Nvidia com o lançamento das GeForce GTX 1080, 1070 e 1060, Titan X e Quadro P5000 e P6000. Agora é a vez de a marca anunciar as GeForce GTX 1080M, 1070M e 1060M, que – como indica a letra M no final – são as versões das 1080, 1070 e 1060 para equipamentos pensados para a mobilidade, ou seja, portáteis.

De acordo com o Engadget, as novas gráficas surpreendem por apresentarem um desempenho muito próximo das versões para desktop. Por exemplo, a 1080M conta com 2560 núcleos CUDA e 8 GB de memória GDDR5 a 10 Gbps, pelo que a principal diferença é o facto de a velocidade ser de 1,556 MHz contra os 1,607 MHz da 1080 standard.

A Nvidia deu até uns exemplos de uma performance em cenário real. Assim, quando combinada com um processador Core i7-6700HQ, a 1080M chegou aos 145 fps no Doom, 130 no Metro Last Light e 125 no Rise of the Tomb Raider – com os jogos configurados para 1080p e definições no máximo a 120 Hz. Quando a configuração foi alterada para 4K, os valores passaram para 70 fps no Doom, 62 no Metro Last Light e 52 no Rise of the Tomb Raider. Nesta altura, o elevado consumo energético parece ser o principal ponto negativo da gráfica.

No que diz respeito à 1070M, a Nvidia refere que os portáteis cujo chassis seja capaz de albergar uma 980M serão capazes de incorporar a nova gráfica. O desempenho anda muito perto do conseguido pela 1070 standard – por exemplo, 77 fps no Witcher 3 contra os 79 fps da versão desktop, embora no Grand Theft Auto V a diferença seja mais acentuada, com 65 fps versus 73 fps. Apesar de não dar uma resposta tão boa a jogar em 4K como a 1080M, a 1070M mostra-se igualmente pronta para lidar com realidade virtual.

Já a 1060M apresenta uma performance 10% inferior em relação à gráfica congénere para desktop, o que a coloca próxima da GTX 980. A grande vantagem é que poderá ser incorporada em chassis que atualmente suportam a 970M, ou seja, ultra portáteis de gaming.

Acer, Alienware, Asus, Clevo, EVGA, HP, Gigabyte, Lenovo, MSI, Origin, Razer, Sager e XMG serão das primeiras marcar a incorporar estas novas gráficas nos seus portáteis.