exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

O Wi-Fi vai ficar mais rápido: vêm aí os chips para o protocolo 802.11ax

A Qualcomm anunciou dois novos chips que aumentam a velocidade e a cobertura do Wi-Fi em quatro vezes. Mas há mais benefícios a descobrir.

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Mais rápido e com maior cobertura. O novo protocolo 802.11ax pretende acabar com os problemas que mais associamos ao Wi-Fi e a Qualcomm deu a conhecer dois SoC (System-on-Chip) que suportam este standard: o IPQ8074 para transmissores, ou seja, routers, gateways e access ponts; e o QCA6290 para recetores ou clientes.

Assim, o IPQ8074 é um chip de 14 nanómetros com um CPU A53 de quatro núcleos. Utiliza uma configuração Wi-Fi 12x12 – 8x8 na frequência de 5 GHz e 4x4 na de 2,4 GHz – e é capaz de atingir velocidades de 4,8 Gbps.

Por sua vez, o QCA6290 é capaz de combinar as frequências de 2,4 e 5 GHz graças ao DBS (Dual Band Simultaneous) para garantir velocidades Wi-Fi de 1,8 Gbps. Além disso, quando comparado com o 802.11ac, o chip reduz o consumo energético em dois terços.

Ambos os chips deverão estar disponíveis na primeira metade do ano, pelo que há a possibilidade de ver ainda em 2017 nas mãos dos consumidores dispositivos equipados com 802.11ax.

Refira-se que o 802.11ax é considerado a nova evolução do Wi-Fi. Em 1999 surgiu o 802.11b e depois tivemos o 802.11g, o 802.11n e o 802.11ac, que é o mais popular nos dias de hoje. Segundo a Cnet, o 802.11ax é retrocompatível com as gerações anteriores e destaca-se não só pela maior velocidade e cobertura – quatro vezes mais do que o 802.11ac – como também pela eficiência energética e capacidade de gestão da rede.