exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

LG V30 estreia câmara dupla com lente de grande angular

Ainda não tem data de estreia ou preço para Portugal, mas tudo indica que chega até ao final do ano. O V30 é um topo de gama desenhado para quem gosta de fazer fotografia e gravar vídeo e, por isso, o grande destaque está na câmara que tem uma das maiores angulares do mercado.

  • 333

A LG acaba de apresentar, em Berlim, o V30. O novo topo de gama da empresa estreia uma câmara dupla com um lente de F1.6: uma das maiores angulares do mercado.

O telefone ainda não tem data de lançamento (ou preço) para Portugal, mas chega a Espanha antes do Natal o que pode indicar que também chegará ao nosso país antes do final do ano.

Num evento que antecede a abertura oficial da IFA (a maior feira de eletrónica de consumo da Europa), a LG aproveitou para fazer aquele que será um dos lançamentos mais relevantes do evento.

A abertura dos trabalhos coube a Juno Cho, o presidente da área de dispositivos móveis do fabricante coreano. «Mais de 80% dos utilizadores recorre ao telefone pelo menos uma vez por semana para gravar vídeo», explicou Cho como motivo para o grande investimento que a LG tem feito na componente ótica das câmaras que tem colocado na geração "V" dos seus terminais mais recentes.

Para falar sobre os modos de gravação "Cinema", o fabricante coreano convidou David Franco, o diretor de fotografia de A Guerra dos Tronos.

O Cine Video Mode permite recorrer a uma série de efeitos que permitem, por exemplo, aplicar uma variedade de palete de cores que permite dar um cunho pessoal, e profissional, a cada vídeo. O processo, segundo o que foi possível ver, é bastante simples de utilizar e, rapidamente, é fácil optar entre os vários efeitos disponíveis. A reprodução de cor é uma das capacidades que a LG destaca nas opções de vídeo. A câmara permite, através do Point Zoom, fazer zoom em várias partes da imagem e não, apenas, no centro. Uma funcionalidade que permite destacar facilmente uma qualquer área da imagem.

A utilização de lentes de vidro permite, segundo o fabricante, ter um intervalo dinâmico mais elevado (e suave). A câmara tem 16 MP de resolução e terá, menos 20% de distorção na lente do que a anterior câmara incluída no V20.

Quanto ao ecrã, o novo topo de gama da LG tem um visor de OLED Fullvision – uma herança da tecnologia que a LG está a utilizar nos televisores com ecrãs OLED. Este ecrã suporta o formato HDR 10 (mais brilho nas áreas escuras e claras). O Full Vision vem daquilo que vimo nos G6. Ou seja, temos um ecrã de grande dimensão que vai até aos limites laterais do chassis. O ecrã do V30 é de 6” e tudo parece ser feito apenas de uma única peça. O telefone tem 7,3 mm de espessura e pesa 156 gramas. O vidro Gorila Glass 5 está tanto na parte da frente, como na de trás. O alumínio constitui o resto do chassis.

A LG também destacou as capacidades de poder utilizar o V30 na plataforma de Realidade Virtual da Google, a Daydream. O ecrã permite uma experiência mais imersiva e com maior fidelidade à cor. Ou seja, o V30 vai suportar a plataforma da Google e os acessórios (óculos e comandos) já disponíveis.

O processador incluído no V30 é o recente Snapdragon 835, o processador que está em alguns dos topos de gama já no mercado. Este é um dos componentes essenciais para motorizar as capacidades de vídeo e de ecrã do smartphone da LG. A componente gráfico, Adreno 540 (deste Snapdragon) permite a reprodução do formato HDR10 e, claro, o suporte para os jogos mais poderosos disponíveis na plataforma Android e, também, as experiências de Realidade Virtual (que implicam grande capacidade de processamento para lidar com o stream de informação implícito neste tipo de conteúdos).

Toda a experiência sonora foi desenhada em parceria com a Bang & Olufsen. Aliás, os auscultadores fornecidos com o V30 são deste fabricante. E, na parte de trás do V30, lá está o logo da B&O. A certificação IP68 permite levá-lo para a água e dá-lhe alguma robustez a quedas e a poeiras.

A capacidade da bateria é de 3300 mAh e há suporte para carregamento rápido por indução.

Quanto a software, o telefone tem a versão mais recente do Android e funcionalidades como o Always On Display (a interação com o ecrã sem ligar o telefone) e, engraçado, pode desbloquear-se o telefone usando uma frase pré-gravada. Em termos de Assistente Virtual, a LG aposta na tecnologia da Google. Por isso, o assistente Google está muito enraizado na experiência de utilização do V30. Há, por exemplo, comandos de voz (em inglês) para utilizar a câmara.

Para concluir, os engenheiros da LG conseguiram fazer com que este V30 seja mais fino e leve que o atual G6 o que é, realmente, um feito de engenharia a considerar.

  • 333