exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Kirin 970, o chip da Huawei que promete bater Apple e Samsung

A Huawei aproveitou a presença na IFA para apresentar o Kirin 970, um chip que promete combinar o poder da cloud com a velocidade e capacidade de resposta de processamento da Inteligência Artificial.

  • 333

Exame Informática

O Mate 10 e o Mate 10 Pro vão ser lançados a 16 de outubro e destacam-se pela utilização do Kirin 970, a plataforma com que a Huawei pretende bater Apple e Samsung. Richard Yu, responsável de negócio da Huawei, explica que estes chips conseguem trazer Inteligência Artificial nativa aos telefones e oferecem funcionalidades como traduções em tempo real, interpretação de comandos de voz ou antecipar ações e interesses dos utilizadores. «Comparando com Apple e Samsung, temos vantagens. Os utilizadores podem esperar uma performance mais rápida, maiores autonomias e um design mais compacto», descreve Yu. «O Kirin 970 é o primeiro de uma série de novos avanços com recursos poderosos de IA para os nossos dispositivos, que vão ajudar a ultrapassar a concorrência», continua o responsável.

O Kirin 970 é a primeira plataforma móvel de computação IA da Huawei que conta com uma Unidade de Processamento Neural (NPU) dedicada. Este componente foi construído num processo de 10 nm e contém 5,5 milhões de transístores numa área de apenas um centímetro quadrado. O chipset é alimentado por uma CPU de oito núcleos e uma GPU de 12 núcleos. Em testes de laboratório, o chip conseguiu processar até duas mil imagens por minuto, tornando-o mais rápido do que outros chips do mercado.

Ainda não foram confirmados oficialmente os detalhes sobre os novos Mate 10, mas esperam-se telefones com ecrãs edge-to-edge de seis ou mais polegadas.