exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Asus ROG Phone: o smartphone “canhão” para jogos chega a Portugal em outubro

A lista de especificações do novo terminal da Asus impressiona, sendo que o ROG Phone vai ainda incluir um acessório só para cooling

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

A Comic Con abriu portas ao público e a Asus aproveitou a sua presença no evento para fazer a apresentação nacional do ROG Phone. No papel, o terminal faz inteira justiça ao novo lema da linha de gaming da marca de Taiwan: “For Those Who Dare” (em tradução livre, “Para aqueles que arriscam”. Este smartphone foi concebido para os fãs de jogos, já que, como referiu André Gonçalves, relações públicas da Asus Portugal, «temos uma experiência que permite trazer inovação a este mercado», mas isso não significa que o ROG Phone se limite a servir apenas para gaming. Um exemplo disso é o facto de incorporar as mesmas câmaras fotográficas que marcam presença no Zenfone 5Z.

Se olharmos para a lista de componentes do ROG Phone, é difícil não ficar impressionado. São 8 GB de RAM DDR4, 4000 mAh de bateria, um processador Snapdragon 845 de oito núcleos a 2,96 GHz e GPU Adreno 630. Há até um botão de atalho para ativar o overclock. O armazenamento pode ser de 128 ou 512 GB, consoante a versão.

O ecrã AMOLED tem 6” de dimensão e uma resolução de 2160x1080. A taxa de atualização é de 90 Hz e o tempo de resposta é de 1 ms. Como a maioria dos jogos obriga a usar o smartphone na horizontal, a porta de carregamento está na lateral.

Há ainda sensores programáveis AirTrigger (particularmente úteis para jogos FPS) e o sistema de arrefecimento GameCool com AeroActive destacável, ou seja, um módulo específico que se coloca no smartphone para ajudar com a dissipação do calor e que vem incluído na compra do ROG Phone.

Mas, a nível de acessórios, a Asus apresentou mais três grandes novidades: uma dock que permite usar o smartphone em modo desktop, sendo possível até jogar com rato e teclado; a dock TwinView, que permite um jogo portátil num ecrã duplo com controladores semelhantes aos de uma consola e que também funciona como um powerbank de 6000 mAh; e o controlador Gamevice com doca WiGig que usa Wi-Fi 60 GHz para jogos em ecrãs maiores e que nos fez recordar a Nintendo Switch. Todas são opcionais, o que significa que terão de ser compradas à parte.

Questionado pela Exame Informática sobre o preço que o ROG Phone terá em Portugal, André Gonçalves refere que ainda não o pode revelar. Contudo, o responsável da Asus adianta que o smartphone chegará ao mercado nacional no final de outubro.

  • 333