exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

iPhone Xs Max: Unboxing em direto

Já estamos a testar o novo smartphone topo de gama da Apple, o iPhone Xs Max, que chegou hoje às lojas. E começamos com um "unboxing" em direto do nosso laboratório

  • 333

Hoje é o primeiro dia de comercialização do novos iPhone Xs e Xs Max. Fique com o vídeo feito em direto, via Facebook Live, do unboxing.

Como antecipado pelos analistas, os novos iPhone são evoluções dos modelos anteriores e não, propriamente, smartphones que trazem grandes inovações. O que se torna evidente quando nos concentrarmos nas características e funcionalidades anunciadas. Isto porque as melhorias são, sobretudo, as que decorrem da evolução natural da tecnologia, sobretudo na área do processamento e da fotografia, onde o iPhone X, que é descontinuado, estava a perder terreno para os concorrentes mais diretos. Nestas coisas dos chips, um ano é muito tempo.

Superprocessador
No interior dos novos iPhone há um novo processador, o A12 Bionic. Segundo Tim Cook, este é o primeiro processador para smartphones produzido a 7 nanómetros, um anúncio que gerou alguma controvérsia. Isto porque a Huawei já havia revelado o Kirin 980 na IFA 2018 em Berlim, um processador de 7 nanómetros que vai equipar o Mate 20 Pro que deverá chegar ao mercado em 16 de outubro. Depois dos novos iPhone Xs e Xs Max, que estão agendados para chegar às lojas a 21 de setembro. De qualquer modo, quem deve ficar com os louros não é nem a Apple nem a Huawei, mas sim a TSMC, o fabricante dos chips e a empresa que, naturalmente, conseguiu implementar o processo de produção de 7 nanómetros.
Independentemente destas “quezílias”, o A12 Bionic deverá ser um dos processadores móveis mais poderosos do mercado. Se não mesmo o mais poderoso. A história recente da Apple demonstra como esta marca tem conseguido extrair mais desempenho de menos transístores do que os concorrentes. Este chip inclui seis núcleos de processamento geral (CPU), quatro núcleos dedicados ao processamento gráfico (GPU) e núcleos para processamento neuronal. É esta última capacidade que foi mais evidenciada por Phil Schiller, o executivo da Apple que apresentou os smartphones. Segundo este responsável, estas unidades de processamento aumentam em muito a capacidade de inteligência artificial dos iPhone, sendo capaz de realizar 5 biliões de operações por segundo na área do “machine learning”.
Esta capacidade de processamento deverá trazer melhorias no campo da realidade aumentada. Numa das demonstrações foi apresentada uma app que permite, recorrendo à câmara do iPhone, analisar o comportamento de jogadores reais ao treinarem basquetebol. O sistema é capaz de, por exemplo, detetar quando a bola é encestada e quais os diferentes parâmetros dos jogadores, como ângulo do movimento e velocidade. Foi ainda demonstrado um novo jogo de Realidade Aumentada em modo multiplayer, onde jogadores competem num espaço que mistura imagens reais com imagens virtuais.

Xs e Xs Max: a diferença está no ecrã
Os Xs estão disponíveis com duas dimensões de ecrãs, que voltam a recorrer à tecnologia OLED: 5,8 e 6,5 polegadas (versão Max) com, respetivamente, 2436x1125 e 2688x1242 píxeis (Super Retina Display). Há também um pouco de mais bateria para a versão maior: em reprodução de vídeo, a Apple anuncia 14 horas de autonomia para o Xs e 15 horas de autonomia para o Xs Max. Os dois terminais têm um chassis em aço inoxidável e classificação IP68, o que significa que são à prova de água quando mergulhados durante 30 minutos e até dois metros de profundidade. Resistência que, por exemplo, o concorrente Galaxy S9 já oferecia.

Câmara dupla inteligente
No total, os iPhone Xs têm quatro câmaras, duas frontais (para selfies e capacidades 3D) e duas traseiras. A resolução das câmaras principais (normal e wide) não impressiona: são “apenas” 12 megapíxeis. Mas a Apple garante que a melhoria de qualidade é muito evidente graças à forma como o processamento neural analisa as imagens: um bilião de operações em cada foto feita. Por exemplo, o sistema não só deteta a presença de uma face, como é capaz de detetar os vários elementos dessa face. O utilizador pode mudar a profundidade de foco após a captura. Outros concorrentes já faziam algo semelhante, mas as imagens demonstradas pela Apple parecem provar o efeito fica muito próximo do obtido usando câmaras e objetivas profissionais.

Preço e disponibilidade
O iPhone Xs e Xs Max estão disponíveis com capacidades de 64, 256 e 512 GB. Os preços começam, respetivamente, nos 1179 e 1279 euros. O topo de gama, o iPhone XS Max com 512 GB de capacidade, tem um preço de 1679 euros. O iPhone XR chega 26 de outubro (Portugal incluindo), com um preço base de 879 euros (64 GB).

  • 333