exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Qualcomm apresenta chip 8cx, os primeiros de 7 nanómetros para PC

A Qualcomm mostrou os Snapdragon 8cx Compute Platform, com a Intel na mira. Estes são os primeiros chips desenhados exclusivamente para PC e segundo o método de fabrico de sete nanómetros

  • 333

Exame Informática

Os 8cx são a resposta da Qualcomm para o pedido de termos PCs com cada vez mais características de smartphones. O objetivo é que os chips possam equipar máquinas com autonomias prolongadas, ligações 4G LTE constantes e estejam “always on”. Estes novos chips foram apresentados na Snapdragon Technology Summit no Havai.

A aposta da Qualcomm passa por ter uma oferta competitiva para o segmento de PCs, para estar melhor preparada para o abrandamento que já se verifica atualmente no segmento dos telemóveis. O analista da Technalysis Bob O’Donnell considera que desta vez a Qualcomm «re-arquitetou as coisas de maneira a conseguir entregar a performance que prometem e equivale à da Intel», cita a Cnet. Os novos chips devem equipar os computadores que vão ser lançados na altura do regresso às aulas em 2019.

O Snapdragon 8cx é construído segundo o processo de fabrico de sete nanómetros, a tecnologia mais avançada disponível atualmente. Com transístores cada vez mais pequenos é possível aumentar a autonomia e a performance, permitindo, por exemplo, que se consiga correr algoritmos de IA em telefones. Saliente-se que o chip tem um CPU de oito núcleos Kryo 495 e que permite multitasking mais rápido e a nova GPU Adreno 680. Os 8cx vão ser capazes de reproduzir vídeos 4K HDR a 120 fps.

A Intel não está a conseguir “agarrar” este processo de fabrico e tem mostrado dificuldades em transitar dos 10 nm para os 7 nm. A AMD, no entanto, já desenvolveu uma GPU de 7 nm.

Já no ano passado a Qualcomm tinha apresentado uma tentativa de reentrar no segmento de PC, com dispositivos da HP e da Asus com autonomias de 20 horas, always-on e a capacidade de se ligarem instantaneamente, com um chip 835 e um modem X16. A realidade revelou que a utilização destas máquinas, apesar de terem o Windows completo e permitirem instalar apps, se assemelhava mais à experiência de usar um telefone do que um portátil. Agora, com o 8cx, a Qualcomm pretende mudar isso e suportar o Windows 10 Enterprise, ao mesmo tempo que assegura um melhor desempenho.

  • 333