exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Sony: estará para chegar um smartphone dobrável no final de 2019?

Smartphones da Sony apresentados durante a Mobile World Congress em fevereiro de 2019

JOSEP LAGO - Getty Images

Estão a circular rumores que a marca japonesa quer entrar neste segmento de mercado para competir com os já anunciados Galaxy Fold da Samsung e com o Mate X da Huawei

  • 333

Francisco JM Garcia

E se a Sony estivesse a desenvolver um modelo de smartphone dobrável? Segundo a Business Insider, a informação sobre este modelo foi avançada por um utilizador de Twitter, cujo alter-ego é Max J, e pode estar para chegar já no final deste ano ou início de 2020. Caso se verifique que a informação é verdadeira, a Sony passará a fazer parte do grupo de empresas tecnológicas que está a trabalhar na tecnologia dobrável para smartphones, nomeadamente, a Samsung, Huawei, Xiaomi e Oppo.

Segundo os dados revelados por Max J., o protótipo dobrável da Sony conta com uma bateria de 3220 mAh, painel LG, SoC SM7250 e câmara com zoom de 10x, sendo que o modelo de retalho deverá integrar um processador Snapdragon 855.

De acordo com a Business Insider, quantas mais empresas se dedicarem à produção deste tipo de modelos, mais liberalizado e definido ficará a estética da tecnologia no futuro. A Business Insider avança ainda que a Microsoft, LG e a Lenovo/Motorola podem também estar a desenvolver aparelhos com ecrã dobrável com o objetivo de oferecer uma capacidade mais adaptativa às necessidades dos utilizadores.

Com um ecrã maior, os telemóveis dobráveis pretendem ser mais versáteis, particularmente quando utilizados para fins de entretenimento, (tirar fotos, ver filmes, jogar, entre outras). Conseguem ter várias apps a correr em simultâneo e visam dar uma experiência mais confortável quando corre apenas uma app em ecrã inteiro.

Uma das grandes questões colocadas pela Business Insider, está relacionado com os problemas derivados da dobragem que os smartphones podem adquirir com o uso. Tanto o Mate X da Huawei, como o Galaxy Fold da Samsung, demonstraram ganhar um vinco na zona central dobrável ao fim de algum tempo de utilização.

  • 333