exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Google Assistant vai ter segunda voz em mais nove países

Ao introduzir vozes que soam masculinas, a Google pretende dinamizar o número de opções de voz e ter uma aproximação aos utilizadores sem conotação de género

  • 333

Francisco JM Garcia

A Google vai lançar esta quarta-feira novas vozes para o Google Assistant em nove países. Pela primeira vez, a empresa vai disponibilizar uma opção de voz secundária em língua inglesa fora dos Estados Unidos da América, nomeadamente, na Índia e no Reino Unido.

As vozes vão estar disponíveis também em Alemão, Holandês, Francês, Italiano, Japonês, Coreano e Norueguês – ao que parece ainda não é desta que os utilizadores portugueses podem recorrer ao assistente de voz em português.

Quando um utilizador começa a usar um smartphone com sistema operativo Android a voz vem programada de fábrica aleatoriamente, podendo calhar uma voz antiga ou recente, mas mais tarde pode mudá-la nas definições.

De acordo com a publicação The Verge, a Google tem tentado tornar o assistente de voz mais neutro no que toca a questões de género – dado que tradicionalmente a empresa optou por vozes femininas – ao introduzir novas vozes que soam masculinas.

As novas vozes não vão, no entanto, ter uma etiqueta de descrição que indique o seu género e serão identificadas através de um sistema de cores. Enquanto uma se pode chamar “azul”, a outra pode-se chamar “verde”, por exemplo.

Para evitar também este problema, a Google introduziu nos Estados Unidos uma ferramenta que faz com que os aparelhos como o Google Nest ou o Home escolham aleatoriamente a voz do assistente.

  • 333