exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Huawei Mate 30 Pro: candidato a melhor smartphone Android do ano, mas sem Google

O próximo topo de gama da Huawei tem zonas táteis em vez de botões laterais, os maiores sensores já usados em câmaras de smartphones... Mas falta saber se vai incluir serviços Google

  • 333

Os rumores confirmaram-se. O Mate 30, sobretudo na versão Pro, tem, de facto, características para competir pelo título de melhor smartphone Android do ano. Mas a isso já lá vamos, porque a notícia mais importante é a confirmação de que este aparelho não vai incluir Google Services. Ou seja, aplicações da Google como G-Mail, Mapas, Fotos ou Assistente não vão estar nos Mate 30. Uma consequência da guerra comercial imposta por Trump, que impede que tecnológicas americanas vendam de produtos e serviços a empresas chinesas. Se está a pensar: "então e o Android?". Essa é a boa notícia para a Huawei: como se trata de um sistema operativo aberto, onde marcas como a própria Huawei intervêm no desenvolvimento, o Android pode e vai ser usado, caindo por terra os rumores que apontavam pra a utilização do sistema operativo que a própria Huawei está a desenvolver, o Harmony. Ainda assim não é o Android "normal" distribuído pela Google, mas sim a versão de código aberto. Sistema que será complementado por uma nova versão da interface EMUI da Huawei.

A falta dos serviços da Google será, segundo a Huawei, compensada por serviços comparáveis desenvolvidos pela própria marca e por parceiros. O CEO Richard Yu anunciou um investimento de mil milhões de dólares para apoiar o desenvolvimento de aplicações. No entanto, tudo indica que os utilizadores poderão instalar apps Google de forma indireta.

O hardware

Como já tinha sido anunciado, os Mate 30 são os primeiros smartphones com processador Kirin 990, que a Huawei garante ser o mais poderoso jamais lançado para smartphones. Este é um chip fabricado com o processo de 7nm+EUV e, na versão Kirin 990 5G, suporta os modos 5G Non-StandAlone (NSA) e StandAlone (SA), juntamente com Dual SIM, Dual Standby e FDD/TDD, bandas de frequência que fornecem uma conectividade mais alargada. Para garantir a melhor ligação possível o Mate 30 Pro 5G inclui 14 antenas para 5G, um número muito acima do disponível em outros smartphones já com 5G.

O ecrã é, provavelmente, o elemento mais distintivo, especialmente na versão Pro. Isto porque não há quaisquer margens laterais. Uma consequência do painel OLED flexível curvo nas margens, que atinge uma curvatura recorde de quase 90º.

As laterais do ecrã são usadas para substituir os botões físicos que normalmente estão nesta zona. Um duplo toque faz com que o movimento do dedo sobre estes painéis altere o volume. Outro exemplo, o utilizador pode "mover" o botão virtual de "disparo" da câmara para uma das margens para que o controlo do obturador fique na posição que lhe der mais jeito.

A bateria atinge a capacidade de 4500 mAh no 30 Pro (4200 mAh no Mate 30), que suporta carregamento rápido até 40 watts via cabo e até 27 watts através de carregamento sem fios.

Quanto às câmaras, o destaque vai para principal e de grande amplitude com 40 MP que, segundo a Huawei, tem maior área que os concorrentes permitindo capturar mais luz. Segundo a comparação feita pelo CEO da Huawei, esta câmara consegue captar mais 135% de luz que o iPhone 11.

Na componente vídeo, o destaque vai para as taxas de fotogramas conseguidas. Este é o primeiro smartphone a anunciar vídeo 4K em 60 imagens por segundo, podendo atingir uma câmara superlenta de 7680 imagens por segundo.

Nova experiência

Os Mate 30/30 Pro incluem a nova interface EMUI 10, que inclui novidades como maior fluidez entre menus e sistemas inteligentes que recorrem às imagens captadas pela câmara de selfie com scanner 3D. Por exemplo, o modo de massagens privadas só mostra as mensagens quando apenas o utilizador está a olhar para a câmara; se o telemóvel estiver em cima de uma mesa, a imagem roda se o utilizador mudar de posição para manter o ângulo certo (o ecrã mantém-se, também, na posição correta se, por exemplo, o utilizador deitar-se no sofá).

O preço começa nos 799 euros para a versão Mate 30 e 1099 euros para a versão Mate 30 Pro com 256 GB armazenamento. Ainda não há garantia que estes modelos cheguem a Portugal, já que só se sabe que vão ser lançados em 10 países europeus. A Huawei não esconde que limitação dos mercados onde os Mate 30 vão estar disponíveis é uma consequência da falta de serviços Google.

Características técnicas

Mate 30

Mate 30 Pro
(Mate 30 Pro 5G)

Processador (SOC)

HiSilicon Kirin 990
2x Cortex-A76 @ 2,86 GHz
2x Cortex-A76 @ 2,09 GHz
4x Cortex-A55 @ 1,86 GHz

Variante com 5G
2x Cortex-A76 @ 2.86 GHz
2x Cortex-A76 @ 2.36 GHz
4x Cortex-A55 @ 1.95 GHz

GPU

Mali G76MP16 @ 600MHz
(5G: Mali G76MP16 @ 700MHz)

Memória RAM

8 GB LPDDR4X

8 GB LPDDR4X

Ecrã

6,62" OLED
2340x1080 píxeis (19.5:9)

6,53" OLED
2400x1176 píxeis (18.4:9)
(edge-to-edge)

Dimensões

Altura

160,8 mm

158,1 mm

Largura

76,1 mm

73,1 mm

Espessura

8,4 mm
(9,2 mm na versão 5G)

8,8 mm
(na versão 5G)

Peso

196 gramas

198 gramas

Capacidade da bateria

4200 mAh
carregamento 40W


4500 mAh
carregamento 40W

Carregamento wireless

27 W + carregamento bidirecional

Câmaras traseiras

Principal

40 MP f/1.8
sensor RYYB

27 mm equiv. FL

40 MP f/1.6 OIS
sensor RYYB

27 mm equivl. FL

Zoom

8 MP f/2.4 OIS
3x zoom ótico
80 mm equiv. FL

Grande angular

16 MP f/2.2
17mm equivl. FL


40MP f/1.8
sensor RGGB

18mm equivl. FL
720p 7680 fps

Extra

-

Câmara 3D

Câmara selfies

24 MP f/2.0

32 MP f/2.0

Armazenamento

128 / 256 GB
+ cartão nanoSD

I/O

USB-C
jack 3,5mm

USB-C

Wi-FI e Bluetooth

802.11ac (Wifi 5),
Bluetooth 5.1

Rede celular

4G LTE
(Versão 5G: 4G, 5G NR NSA, 5 G SA Sub-6GHz)

Certificação de resistência

IP53
(sem resistência à água)

IP68
(à prova de água até 1 m de profund.)

Dual-SIM

2x nano-SIM

Sistema operativo

Android “10” com EMUI 10

Preço

8+128 GB: €799

8+256 GB: €1099
(5G 8+256 GB: €1199€)

  • 333