Polícia britânica: não tuitem bêbedos ou nus

19/08/2014 11:57

E se um polícia publicar uma foto a comer um donut? E se mandar um tweet movido pelo excesso de álcool? A polícia britânica avisa: cuidado com os tweets e posts.

A Associação de Oficiais de Polícia do Reino Unido (AOP) reviu o código de conduta com o objetivo de evitar situações constrangedoras que têm origem em tweets e posts que os agentes de autoridade publicam nas redes sociais. Apesar de as forças policias britânicas usarem, regularmente, as Facebook e Twitter para lançar alertas e divulgar diferentes assuntos junto da população, o novo código de conduta da AOP aconselha os polícias a não usar as redes sociais quando estão fora dos turnos de trabalho – e muito menos depois de terem bebido álcool.

Nos últimos tempos, a presença nas redes sociais tem vindo a ser trabalhada pelos responsáveis das 43 forças policiais que operam na Inglaterra e no País de Gales. Nalguns casos, os códigos de conduta apenas pretendem garantir que as redes sociais não afetam a operacionalidade e a segurança dos efetivos.

O Daily Telegraph dá o seguinte exemplo: o código de conduta da AOP recorda que uma foto de um polícia a beber álcool pode ser usada para chantagear ou manchar a reputação dessa pessoa; em paralelo, o código de conduta da AOP recomenda a eliminação de dados relacionados com a localização através de redes móveis e dados pessoais que eventualmente possam ser usados para os criminosos procederem a um qualquer tipo de vingança.

Nas recomendações preconizadas pelas várias polícias britânicas, destacam-se ainda os termos que devem ser usados para responder aos diferentes posts da população – mesmo aqueles que são ofensivos.

Mais frontal é o alerta que a polícia da Cidade de Londres faz sobre as consequências nefastas de «fotografias e vídeos de polícias nus, ou em situações de intimidade, ou bêbados nas ruas e cidades que patrulham».

As normas de conduta não surgem por acaso: 821 casos relacionados com falhas de comportamento de polícias britânicos nas redes sociais foram investigados entre janeiro de 2009 e fevereiro de 2014.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Repórter EI: Google Indoor Maps

Falámos com o português que integrou a equipa que desenvolveu o Google Indoor Maps. Ricardo Cabral participou no projeto que mostra os edifícios por dentro, através de fotografias panorâmicas.

BQ Aquaris Ubuntu

Testamos o primeiro smartphone com Ubuntu. A BQ adaptou o Aquaris 4.5 para correr este sistema operativo de código aberto.

Mercedes Class S 500 Plug-In Hybrid em análise

Conduzimos o Class S, o topo de gama da Mercedes, que quase serve de mostruário de toda a tecnologia que a fabricante alemã consegue colocar num carro. 

Honda Civic Tourer em análise

Andamos pelas estradas com o Honda Civic Tourer, uma proposta com tecnologia em destaque debaixo do capô. A relação desempenho/consumo é interessante.

Teste EI: Operadoras de TV

Convidamos 100 assinantes da Exame Informática para testarem os três serviços de televisão dos principais operadores em Portugal. 

Exame Informática 238, abril

Explicamos como preparar as crianças para o futuro, apresentamos à maior análise jamais feita aos serviços de TV portugueses, mostramos um veículo do futuro desenvolvido em Portugal, testamos o primeiro smartphone Ubuntu...

EI Tv

Exame Informática n.º 431

Em destaque neste programa: conheça as etiquetas moleculares que dificultam a vida aos falsários e mostramos uma tripla muito inteligente.

Exame Informática n.º 430

Em destaque neste programa: testamos o primeiro smartphone com Ubuntu e falamos com o português que ajudou a desenvolver os Indoor Maps da Google

Exame Informática n.º 429

Em destaque neste programa: testamos o novo Galaxy Note Edge e conduzimos o Mercedes Class B Electric Drive.