exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Tailandês enfrenta pena de prisão por insultar cadela do rei nas redes sociais

Um operário fabril foi acusado de um crime de lesa-majestade e arrisca-se a uma pena de prisão que pode chegar aos 37 anos. Na origem do imbróglio está um comentário sarcástico sobre a cadela do rei.

  • 333

Paulo Matos

Tongdaeng foi retirada das ruas pelo rei Bhumibol Adulyadej em 2002

Tongdaeng foi retirada das ruas pelo rei Bhumibol Adulyadej em 2002

Thanakorn Siripaiboon é um operário fabril que foi acusado pelo tribunal militar tailandês de fazer um comentário sarcástico online sobre a cadela do rei. A afirmação que despoletou a polémica ainda não foi tornada pública, mas Siripaiboon arrisca uma pena de prisão que pode chegar aos 37 anos.

De acordo com o The New York Times, a acusação oficial é de insubordinação e insulto ao rei Bhumibol Adulyadej, que são considerados crimes graves na Tailândia. Além disso, o operário também foi acusado de partilhar no Facebook alegações de corrupção no seio das instituições militares. Como a Tailândia está sob o efeito de lei marcial, não será possível recorrer da decisão judicial.

Refira-se que a cadela em causa chama-se Tongdaeng e é uma figura bem conhecida dos tailandeses. O animal foi recolhido das ruas pelo rei e, em 2002, foi escrito um livro sobre ele, que depois deu até origem a um filme de animação.