exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Hoverbike: não tente fazer isto em casa

Um rotor à frente e outro atrás. É uma hoverbike, é futurista, e foi construída numa garagem por um engenhocas britânico que tem vindo a ganhar popularidade no YouTube com a alcunha carinhosa de cientista maluco.

  • 333

Antes de explicar o que é uma hoverbike, talvez se justifique uma apresentação de Colin Furze. Sendo um dos nomes da moda no segmento do faça-você-mesmo, o engenhocas britânico tem vindo a somar audiências e proventos com vídeos no YouTube que dão a conhecer máquinas construídas na garagem de casa. Será um apenas mais um engenhocas? Ou apenas um Youtuber? Para a Ford, Colin Furze assenta bem nas duas roupagens – e por isso decidiu investir nas criações que saem da já famosa garagem do intrépido inventor britânico que, segundo a Popular Science, elevou a respetiva popularidade, no mês passado, para um novo máximo ao desenvolver um lançador de rockets portátil.

Colin Furze tem feito por não desmerecer a carinhosa alcunha de cientista maluco entre fãs e jornalistas que ficam boquiabertos com os gadgets que desenvolve. O lançador de rockets já havia merecido o repetido aviso de «não faça isto em casa»; a hoverbike, por motivos diferentes, também não escapa ao mesmo tipo de alerta: não tente voar numa hoverbike produzida em casa – a menos que tenha a certeza daquilo que está a fazer e garanta que não há mesmo hipótese de vir a magoar outras pessoas durante o voo.

A hoverbike é composta por dois rotores que ajudam a levantar um voo a cerca de um metro de altura. Aparentemente, o controlo do veículo de design futurista é feito com o corpo do condutor. Pode ver a hoverbike em ação no vídeo que Colin Furze já disponibilizou em público – e que se encontra integrado nesta página.

  • 333