exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Vídeo viral de José Cid já tem seis anos

Redes sociais, afirmações polémicas e indignação: estes três ingredientes foram suficientes para arrastar José Cid para uma situação que lhe valeu o cancelamento de concertos e ameaças de manifestações. Tudo começou com a partilha no Facebook de um excerto de uma entrevista que deu a um programa de humor em… 2010.

  • 333

Paulo Matos

No fim de semana passado, o Canal Q passou uma reposição de um dos programas do talk show Showmarkl gravado em 2010. Até aqui, nada de anormal. Mas as redes sociais pegaram num excerto da entrevista de José Cid a Nuno Markl e rapidamente o vídeo se tornou viral. Nesse clip, o cantor aparece no programa de humor a proferir afirmações como: "Eu, às vezes, digo na brincadeira que deviam fazer uma muralha da China entre Trás-os-Montes para não deixarem passar alguma música que vem de lá. Porque efetivamente é um prejuízo para a cultura popular portuguesa. Essas pessoas do Portugal profundo já deviam ter evoluído. Vêm de excursões, pessoas que nunca viram o mar, para o Pavilhão Atlântico, pessoas assim, medonhas, feias, desdentadas, E isso, efetivamente, não é Portugal".

A indignação correu de forma célere entre muitos utilizadores do Facebook e, como o Diário de Notícias salienta, foi até criada a página Todos Contra José Cid e estava a ser planeada uma manifestação para 11 de junho em Alfândega da Fé (Trás-os-Montes), local onde o músico tinha um concerto agendado e que acabou por ser cancelado.

Nuno Markl abordou a questão no seu Facebook, explicando que nada tinha contra os transmontanos e que o programa era muito antigo, sendo que José Cid, através de comunicado, já veio lamentar o sucedido: «Injustamente, falei mal do público e do povo transmontano, apresento, por esta via, as minhas mais sinceras desculpas».

Pode ver o vídeo abaixo.

  • 333