exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Este vídeo ensina a furar o iPhone 7 – mas não vale a pena acreditar

Hugo Séneca

  • 333

O iPhone 7 não tem entrada de 3,5 milímetros? Então… talvez seja melhor pensar se vale a pena acreditar em todos os vídeos que vemos no YouTube.

Esqueça o berbequim e deixe estar a verruma descansada. Se algum dia deparar com um vídeo que lhe explica como pode perfurar um iPhone 7 para criar uma porta de 3,5 milímetros que permite a conexão com os fones, fique quieto. E aproveite para rir. O video, que já está à beira dos 10 milhões de visualizações, mais não é que uma partida… que se tornou viral e terá levado mesmo à destruição de vários iPhones.

Na página do YouTube, os internautas têm vindo a reagir com mensagens contrastantes: há quem eleja o vídeo como a melhor partida de todos os tempos, e há ainda quem se queixe que perfurou um iPhone 7 novinho e acabou sem som ou ficou com o telemóvel totalmente inutilizado.

Há ainda um terceiro grupo, com mensagens que não se sabe se foram escritas em tom jocoso ou na mais crua das sinceridades: «Segui todos os passos que referiram e agora (o iPhone 7) nem sequer liga. Será que tenho de fazer uma atualização ou descarregar um app para o jack dos auriculares», pergunta um dos internautas que, alegadamente, perfurou o iPhone 7 para recriar a entrada de 3,5 milímetros, que a Apple retirou do mais recente modelo de iPhone (passou a distribuir um adaptador Lightning para assegurar a conexão aos fones convencionais).

No que toca a apreciações, o vídeo está longe de ser consensual: a perfuração de iPhone 7 tem mais de 135 mil “likes” (“gostos”) e cerca de 88 mil “dislikes” (“não gostos”).

Segundo o The Guardian, o vídeos foi produzido por Taras Maksimuk, um youtuber radicado na Califórnia. A perfuração do iPhone 7 não é um caso isolado. O ucraniano já publicou sete vídeos que têm a destruição de iPhones 7 por chamariz.

Veja o vídeo da discórdia inserido nesta página. Já sabe: não faça isto ao seu iPhone 7.

  • 333