exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Casamento acaba mal... por causa de drone!

O casamento de Barry Billcliff vai ficar marcado, especialmente para duas convidadas que processaram o noivo por terem sido feridas por um drone que captava imagens do evento.

  • 333

Exame Informática

A boda aconteceu em agosto, num castelo em New Hampshire. O noivo decidiu usar o seu drone pessoal para captar imagens e vídeo, apesar de aparentemente a organização o ter desaconselhado. Agora, noticia a Cnet, duas convidadas estão a processar o noivo por terem sido feridas na cara, uma com um corte e outra com ossos faciais partidos, porque o drone lhes bateu na cara.

O noivo alega que, no momento da colisão, não era ele quem estava a pilotar o drone, tendo passado os comandos para um amigo comum. «O senso comum diz que nada de bom pode vir do voo de um drone dentro das nossas instalações, com uma tenda cara, com cortinados e candeeiros pendurados no teto», disse Scott Robb, vice-presidente da Searles Castle Event Management, a empresa que organizou o evento.

A organização descarta responsabilidades, o noivo diz que não estava a comandar, mas o certo é que Kelly Eaton se queixa de um corte na testa que precisou de 20 pontos e Kneena Ellis diz que a colisão lhe partiu um osso no nariz e o osso orbital.

O processo está agora em tribunal e aguarda-se a decisão judicial.

  • 333