exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Drone usado na tentativa de assassinato do presidente venezuelano

Exame Informática

  • 333

As autoridades governamentais dizem que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi alvo de uma tentativa de assassinato com recurso a um drone. Sete elementos da Guarda Nacional foram feridos.

Exame Informática

Maduro discursava durante a celebração do 81º aniversário da Guarda Nacional da Venezuela, em Caracas, quando se ouviu um estrondo. Nas filmagens disponibilizadas, é possível ver-se vários soldados a dispersarem sem rumo certo logo depois. O Ministério da Comunicação e Informação da Venezuela confirmou o ataque pouco depois e revelou que foi levado a cabo usando um drone para transporte de explosivos.

O presidente Maduro veio a público também e acusou a extrema-direita venezuelana de ter orquestrado o ataque em conjunto com a extrema-direita colombiana e com o apoio do governo da Colômbia. O presidente saiu ileso, mas sete membros da Guarda Nacional ficaram feridos.

Apesar da versão oficial apontar para a utilização de um drone carregado de explosivos, fonte dos bombeiros diz que o estrondo se deveu à explosão de uma botija de gás num apartamento.

Por outro lado, a Reuters avança que o ataque foi organizado por um grupo conhecido como o “Movimento Nacional de Soldados em T-Shirts” e que os dois drones que terão sido usados foram intercetados por atiradores furtivos.

Já vários suspeitos foram detidos nas horas a seguir ao ataque.

  • 333