exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Linus Torvalds pede desculpa por ter sido agressivo durante anos

O criador do Linux tem a reputação de ter sido bastante agressivo para com os programadores. Agora, pede desculpa por este passado e revela que vai tirar uma licença para aprender a comportar-se melhor.

  • 333

Exame Informática

Durante anos, a lista de distribuição Linux Kernel (LKML) recebeu os ataques e explosões de Linus Torvalds aos programadores que sugerissem patches com que não concordasse. Nesse período, Torvalds respondeu às críticas dizendo que as pessoas terem de ser simpáticas umas para as outras era apenas uma ideologia americana. Agora, o principal responsável por manter o kernel do Linux parece estar arrependido e anunciou que vai tirar uma licença e tentar aprendere a comportar-se melhor.

De acordo com o ArsTechnica, o anúncio de Torvalds surge num extenso email enviado para a LKML onde reconhece ter sido pouco profissional e declara-se «profundamente arrependido». O fundador do Linux assume ainda que vai procurar ajuda para aprender a portar-se de forma diferente e que irá cessar funções no desenvolvimento do kernel.

Não há qualquer confirmação sobre o que motivou estas decisões e o reconhecimento agora, mas sabe-se que a Linux Maintainer Summit, que acontece todos os anos e junta 30 contributores ativos para a comunidade, teve de ser alterada para a Escócia, porque Torvalds tinha marcado as suas férias para esse local. A ideia da mudança foi encarada com muita resistência e terá sido a gota de água.

Em paralelo, o projeto Linux anunciou que vai passar a ter um código de conduta pelo qual os padrões de comportamento serão definidos. O documento é bastante extenso e inclui partes sobre ser positivo, profissional, acolhedor e inclusivo.

  • 333