exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Insólitos

Robô da Boston Dynamics já consegue fazer cambalhotas e piruetas

Sistema de execução de vários movimentos seguidos da Boston Dynamics ainda não é perfeito: tem uma taxa de eficácia de 80%

  • 333

Pino seguido de rolamento à frente, salto com rolamento à frente, meia pirueta, novo salto com rolamento à frente, seguido de salto com extensão de pernas, novo rolamento à frente com salto e para terminar pirueta completa. Podia ser a descrição de um exercício de ginástica numa aula de educação física, mas é o mais recente exemplo da destreza de movimentos do Atlas, o robô com formato humanoide criado pela Boston Dynamics.

«O Atlas usa todo o corpo – pernas, braços e tronco – para realizar manobras dinâmicas que formam uma sequência de exercícios de ginástica», escreve a empresa na descrição do vídeo no YouTube.

«Criámos as manobras usando técnicas que unificam o processo de desenvolvimento. Primeiro, um algoritmo de otimização transforma descrições detalhadas de cada manobra em referências de movimento que são executáveis a nível dinâmico», acrescenta ainda a Boston Dynamics.

O software do robô consegue depois “prever” os movimentos necessários para executar os diferentes exercícios de forma encadeada. E apesar de o exercício do vídeo ser quase perfeito, não mostrando desequilíbrio por parte do robô, a tecnológica diz que o sistema desenvolvido para criar uma rotina com diferentes movimentos ainda precisa de evoluir, apresentando uma taxa de eficácia de 80%.

Se o nome Atlas soa familiar, é porque provavelmente já viu o robô da Boston Dynamics a fazer parkour, a correr ou… quando caiu do palco num evento em 2017.

  • 333