Twitter entra hoje na era dos posts e tweets pagos

Hugo Séneca
13/04/2010 10:47

Quantos dólares valem 140 caracteres? A resposta é dada hoje com a apresentação de um plano de inclusão de publicidade em tweets e posts do Twitter.

O Twitter apresenta hoje um projecto que prevê a inclusão de publicidade nas mensagens e nas fontes de mensagens dos utilizadores.

De acordo com o New York Times, o Twitter vai arrancar com um serviço denominado Promoted Tweets, muito similar ao que hoje é disponibilizado pelo Google e que prevê a "compra" de termos de buscas e a colocação de endereços relacionados com os patrocinadores no topo da lista dos resultados de várias pesquisas.

Ainda não se sabe o custo que o Twitter pretende cobrar, mas sabe-se que o "portal dos 140 caracteres" pretende cobrar uma quantia pré-definida para pacotes de mil pesquisas relacionadas com cada termo patrocinado.

O portal social admite que, futuramente, possa enveredar por modelos de tarifários alternativos.

Os posts patrocinados serão identificados com uma cor diferenciadora - e podem ou não ser da autoria de quem os patrocina. Daí que o Twitter preveja começar a medir a "ressonância mediática" das mensagens dos seus 22,3 milhões de visitantes através de nove factores (números relativos a visualizações, reencaminhamentos, respostas, etc.)

Posteriormente, a publicidade deverá estender-se às fontes de mensagens e notícias (os streams), contemplando a inserção de publicidade relacionada com as temáticas que o utilizador costuma seguir.

Considera justa a inserção de publicidade no Twitter? Aqui, a sua opinião não tem limite de caracteres.

Palavras-chave

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Experimentamos o sistema LiveOn TV da Vodafone, um serviço de partilha de vídeo em tempo real de um smartphone ou tablet para a televisão da sala.

Testamos o sistema Garmin Vivofit, uma pulseira pequena, leve e confortável e com um ecrã que fica ligado até um ano. 

Fomos correr com o TomTom Multi-Sport Cardio e gostamos do sensor que mede as pulsações cardíacas através da emissão de um feixe de luz que atravessa a pele.  

Estivemos no Intel Developer Forum e mostramos os planos para termos computadores livres de cabos: conhecemos o WiDi e o Wireless Power para ligar portáteis e tablets a ecrãs e carregar baterias sem fios. 

Testamos um portátil de luxo da Asus, com um preço e características de topo de gama e que pode concorrer com o MacBook Pro.

A Não perder

Os smartwatches chegaram em força! Mas para que servem e quais são os que mercem lugar no nosso pulso? As respostas nesta edição.

EI Tv

Em destaque neste programa: reportagem sobre o SkyOrbiter, um satélite atmosférico feito em Portugal e outra com a Intel nos EUA. Testamos ainda o Asus ZenBook NX500.

Em destaque neste programa: reportagem sobre o drone Ar4 da Tekever e análises ao BQ Aquaris E5 FHD, ao smartwatch Mykronoz da ZeSplash e ao Huawei Ascend Mate 7.

O terceiro e último programa dedicado à IFA este ano. Em destaque neste programa: televisores com ecrãs planos e flexíveis, curvos e até com resolução 5K; uma seleção de wearables para o futuro próximo.

 

Esta criação pode abrir as portas a um material superfino e que pode ser usado como gerador elétrico em cima da roupa normal.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .