Anonymous dá acesso a todas músicas e vídeos da Sony

Pedro Oliveira
23/01/2012 17:19

O grupo Anonymous está a dar acesso a toda a discografia da Sony e a todos os filmes produzidos pela empresa japonesa desde 2000.

Gosta de Aerosmith? Quer ver o filme Os homens odeiam as mulheres que acaba de estrear em Portugal? Fique a saber que todos os álbuns da banda norte-americana e que o novo filme de David Fincher são apenas dois dos milhares de conteúdos que fazem parte do espólio da Sony que o grupo Anonymous acaba de colocar na Internet.

A listagem oficial está numa página repleta de links que apontam para torrents disponibilizados pelos mais variados sites de partilha de ficheiros.

A listagem de música está organizada alfabeticamente. Os filmes, no final da página, estão organizados por ano.

Esta é uma retaliação do Anonymous ao fecho do serviço MegaUpload.

Palavras-chave

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

A Nvidia lança um tablet Android com ecrã de oito polegadas otimizado para jogos. Há um modo de consola para ligar o tablet à TV e um comando para jogar melhor. 

Já testamos o Sony Xperia Z3, um smartphone topo de gama com os lados arredondados e bastante resistente. 

Uma startup num minuto. Um papel e os sistema de pagamentos do Multibanco – é tudo o que a Last2Ticket precisa para criar um bilhete de concerto ou um voucher de hotel.

Em destaque neste programa: frente a frente, os phablets mais desejados do momento.

Colocamos frente a frente os dois topos de gama da Samsung. Saiba quais os pontos fortes do Galaxy Note 4 e do Galaxy Alpha e qual é o mais indicado para si.

A Não perder

Os gigantes Samsung e Apple frente-a-frente num artigo onde também comparamos o iPhone 6 com o Galaxy Alpha e o iPhone 6 Plus com o Galaxy Note 4

EI Tv

Em destaque neste programa: frente a frente, os phablets mais desejados do momento.

Em destaque neste programa: fomos ver as casas que se movem e montamos uma impressora 3D a partir do zero.

Em destaque neste programa: testamos o Nvidia Shield e a pulseira inteligente Huawei Talkband B1.

 

As impressoras 3D terão um futuro risonho. Ainda mais agora, que investigadores de Princeton descobriram uma forma de as usar para criar quantum dot LEDs e semicondutores.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .