Facebook, Google+ e Twitter não são obrigados a filtrar conteúdos piratas

Dilpesh Laxmidas
17/02/2012 10:10

O Tibunal de Justiça da União Europeia decidiu que as redes sociais não são obrigadas a filtrar conteúdos, mesmo que possam violar direitos de autor ou propriedade intelectual de terceiros.

A sentença surge na sequência de uma queixa da Sabam, a sociedade belga de direitos de autor, e a rede social Netlog. A Sabam exigia que a Netlog filtrasse os conteúdos que disponibiliza, por estarem a violar direitos de autor.

O Tribunal Europeu decidiu agora que não se pode obrigar as redes sociais a filtrar conteúdos, pois dessa forma estaria em causa o direito à liberdade de informação que assiste cada ser humano.

O Tribunal explica que, para haver esse filtro, as redes sociais teriam de analisar todo o conteúdo armazenado nos seus servidores, identificar aquele cuja divulgação violaria os direitos de autor e então bloquear esses ficheiros, explica o El Mundo.

Esta estrutura seria demasiado grande para as redes sociais suportarem, além de que este mecanismo poria em causa a liberdade de informação, lembram os juízes.

Palavras-chave

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

O Sony Vaio Fit Multi Flip tem um mecanismo inovador para fazer a conversão de portátil para tablet e vice-versa

O Dice+ permite interagir com jogos de mesa de uma forma original e divertida.

Este tablet com Windows 8 vem com estilete "a bordo" para facilitar o desenho livre e as notas manuscritas.

Soundbars, ou barras de som, são colunas de som normalmente constituídas por vários altifalantes desenvolvidas para melhorar significativamente o som do televisor sem ocupar muito espaço e sem a complexidade de ligações de outros sistemas.

O sensor full frame de última geração, uma lente muito "luminosa" e um vasto leque de opções manuais tornam esta Sony RX1 a melhor máquina fotográfica do mercado.

A Não perder

Uma edição especial, dedicada à poupança da energia, onde explicamos como, com a ajuda da tecnologia, uma família média pode poupar mais de 500 euros por ano nas contas da eletricidade e dos combustíveis. Rigorosamente a não perder!

EI Tv

Programa especial dedicado a câmaras de ação alternativas às famosas GoPro.  

Em destaque neste programa: Samsung Galaxy S5 em análise e a chegada do Ultra HD a Portugal

Em destaque neste programa: a app portuguesa LokLok, que usa o ecrã de bloqueio dos smartphones para comunicar e a análise ao novo Skoda Yeti.

 

Uma edição especial, dedicada à poupança da energia, onde explicamos como, com a ajuda da tecnologia, uma família média pode poupar mais de 500 euros por ano nas contas da eletricidade e dos combustíveis. Rigorosamente a não perder!

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .