Google Music desilude

Hugo Séneca
24/02/2012 11:04

A Google Music queria ser o novo iTunes, mas três meses depois do lançamento, está muito longe de ser um sucesso no mundo dos Androids.

Os números do Google Music não são muito animadores

Os próprios responsáveis da Google já terão confirmado junto de representantes das editoras a desilusão quanto à popularidade do serviço de música da Google, que ficou bem longe de ser um sucesso junto dos 200 milhões de utilizadores de smartphones Android.

De acordo com a Cnet, a Google ainda não desistiu do serviço. Nos próximos tempos a gigante da Net deverá proceder a afinações do serviço, bem como avançar com estratégias de marketing mais agressivas, que permitam captar as preferências dos consumidores.

Pelo contrário, as editoras parecem um pouco menos otimistas quanto a este serviço que não conseguiu tirar partido do facto de operar no sistema operativo com maior quota de mercado nos smartphones atuais.

No que toca a serviços e tecnologias, a Google poderá jogar, dentro de algum tempo, mais uma cartada a favor da promoção da venda de música na Net, com o desenvolvimento de um sistema que descarrega e reproduz músicas nos lares dos consumidores.

Na Google, há a esperança de que o serviço de música ganhe nova vida quando a aposta no desenvolvimento de dispositivos de marca prórpia começarem a surgir no mercado.

Atualmente, o Google Music distribui músicas (downloads e streams) de três das maiores editoras (exceto a Warner Music) e várias editoras independentes. O serviço ainda está restringido ao mercado dos EUA.

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Uma startup num minuto. A ARP edita livros que têm como atrativo a realidade aumentada. Moral da história: a tartaruga ganha sempre – desde que tenha um telemóvel ou um tablet.

Testamos uma pequena impressora que pode levar para qualquer lado e que pode ser usada para imprimir fotos a partir do telemóvel iOS ou Android. 

Testamos uns óculos de sol que incluem uma câmara e um microfone, o que lhes permite gravar vídeo e som em alta definição.

Testamos um monitor com resolução 4K, indicado para quem quer editar vídeos em ultra alta definição.

Testamos dois gadgets que ajudam a localizar objetos do quotidiano como chaves ou carteiras. Use o smartphone para evitar que se esqueça destes objetos em qualquer lado.

A Não perder

 Não é preciso gastar 500 euros para ter um bom smartphone! É o que provamos nesta edição, onde analisamos e comparamos 27 smartphones dos 60 aos 250 euros

EI Tv

Em destaque neste programa:revelamos o serviço MB Way, que transforma o telemóvel em carteira e fomos até à AudioShow e à Lisboa Games Week.

Em destaque neste programa: testamos a EcoTank L555, a primeira impressora da Epson que usa tinteiros recarregados em casa e analisamos o convertível HP, com ecrã que roda completamente. 

Em destaque neste programa: conduzimos um superdesportivo amigo do ambiente e testamos um monitor para quer editar vídeo em ultra alta definição.

 

Além da formação da primeira leva de operadores, os planos da Força contemplam ainda a constituição da primeira esquadra de drones nos próximos dois anos.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .