Milhares de vídeos de produtores portugueses vão ser removidos do Youtube

Hugo Séneca
17/04/2013 12:00

A associação que representa os autores e produtores de vídeos e assinou uma parceria com a Google para a remoção automática de filmes não autorizados para o YouTube. A filtragem deverá arrancar em maio. A GEDIPE estima que milhares de ficheiros poderão ser removidos.

Em maio, a Associação para a Gestão de Direitos de Autor, Produtores e Editores (GEDIPE) deverá começar a fazer o upload das grelhas de canais de TV portugueses para o YouTube, com o objetivo de fazer um crivo automático dos vídeos que não têm autorização para ser reproduzidos.

A estreia deverá arrancar com a programação da SIC. A TVI também está em vias de aderir ao serviço: atualmente a GEDIPE está em negociações com o canal de Queluz para estender a supervisão ao YouTube. «Há a perspetiva de estender o serviço aos restantes canais de TV generalistas, produtores de vídeo e detentores de direitos de autor», acrescenta Paulo Santos, diretor-geral da GEDIP e presidente do Movimento Cívico Anti-Pirataria na Internet (MAPiNET).

Os representantes dos autores e dos produtores de vídeo admitem que a filtragem possa ser usada para retirar do YouTube vídeos que já saíram das emissões de TV e dos cartazes dos cinemas, mas elegem, para uma primeira fase, obras que estão atualmente em exibição. A GEDIPE estima que a ação de remoção possa chegar facilmente aos «milhares de vídeos».

«Não é possível avançar com um número preciso. Só depois de o serviço estar em funcionamento se saberá», adianta Carlos Eugénio, secretário-geral do MAPiNET.

O sistema que o YouTube disponibiliza para a remoção de ficheiros não autorizados tem por base o upload de vídeos identificados através de técnicas de finger printing e water marking, que permitem identificar a autoria de cada vídeo. O sistema não é infalível. E por isso, além de uma filtragem antes de publicação, prevê-se o recurso a verificações automáticas após a publicação. Em qualquer dos casos, a filtragem e a remoção só deverão incidir sobre conteúdos de produtores e autores portugueses que tenham aderido ao serviço.

O serviço pode ser solicitado por produtoras de vídeo, canais de TV, estúdios de dobragens ou vendedores de DVD. 

A GEDIPE informa que não pagou qualquer montante para aceder à solução que a Google desenvolveu para fazer a filtragem do YouTube. Por sua vez, o acesso por parte dos autores e produtores a esta ferramenta deverá ter um custo, que os responsáveis da GEDIPE classificam como «administrativo».

Apesar de retirar conteúdos portugueses disponibilizados em todo o mundo, a GEDIPE não poderá usar esta ferramenta para remoção de obras cujos direitos de autor estejam registados no estrangeiro.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Cisco Connect 2015

Estivemos na edição deste ano do Cisco Connect, um dos eventos mais importantes das Novas Tecnologias em Portugal. 

Os novos topos de gama da Samsung chegam em abril

A Samsung acaba de apresentar em Barcelona os Galaxy S: Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge. Os terminais vão estar disponíveis em abril em Portugal versões de 32, 64 e 128 GB. 

Kit Painel Solar Boa Energia em análise

Testamos um kit de autoconsumo Boa Energia: instale um painel solar diretamente na sua varanda e reduza a conta da eletricidade no fim do mês.

Ortótese ajuda a regenerar músculos

Fomos ao Instituto Superior Técnico conhecer uma ortótese que estimula os músculos através de corrente elétrica.

Exame Informática n.º 420

Em destaque neste programa: mostramos um chão inteligente e revelamos os novos tablets Magalhães.

Exame Informática 238, abril

Explicamos como preparar as crianças para o futuro, apresentamos à maior análise jamais feita aos serviços de TV portugueses, mostramos um veículo do futuro desenvolvido em Portugal, testamos o primeiro smartphone Ubuntu...

EI Tv

Exame Informática n.º 420

Em destaque neste programa: mostramos um chão inteligente e revelamos os novos tablets Magalhães.

Exame Informática n.º 419

Em destaque neste programa: testamos um painel solar que pode montar facilmente em casa e um smartphone que usa a plataforma Intel.

Exame Informática n.º 418

Em destaque neste programa: revelamos uma bengala cheia de tecnologia e de que forma o Instituto de Telecomunicações do Algarve quer combater o cancro.