exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Produtores de vídeos pediram remoção de 12.200 links no primeiro semestre

Três entidades que representam e autores e produtores de vídeos em Portugal solicitaram, no primeiro semestre de 2013, a remoção de 12.219 links que, alegadamente, davam acesso a cópias ilegais de filmes, séries ou videojogos. Menos de metade dos links foi alvo de remoção.

  • 333

Não é só o Wareztuga que é alvo dos pedidos de remoção de links efetuados pela FEVIP, GEDIPE e MAPiNET. Na primeira metade de 2013, as três associações que têm cultivado ódios de estimação entre produtores e consumidores de sites piratas solicitaram a remoção de 12.219 links que alegadamente não respeitavam os direitos de autor em vigor.

Menos de metade desses pedidos de remoção foram acatados: segundo as três associações, apenas 5617 dos links redundaram na remoção dos links. Do total de pedidos efetuados, os filmes ocupam a maior fatia (6053 links); sendo seguidos por um conjunto de links relativos a conteúdos não especificados (2701), jornais (985), jogos para a PlayStation (692), e música (484).

Na lista de pedidos removidos pelos profissionais das três associações, também constam software, séries, jogos para consolas Nintendo e Xbox, revistas e livros. Os pedidos foram enviados para 512 sites ou serviços de alojamento (nacionais e internacionais).

Os responsáveis do Movimento Cívico Anti Pirataria na Internet (MAPiNET), a Federação de Editores de Videogramas (FEVIP), e a Associação para a Gestão de Direitos de Autor, Produtores e Editores (GEDIPE) acreditam que, em 2013, o total de links piratas que vão ser removidos da Internet deverá superar o registado no ano passado. Para esse crescendo, deverão contribuir os pedidos de remoção que os profissionais das três associações enviaram recentemente para alguns serviços de alojamento que suportam os links do Wareztuga (e que não foram contabilizados nos números do primeiro semestre de 2013).