exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Veja aqui a curta-metragem que apadrinhou uma das estreias de Guerra das Estrelas

  • 333

Black Angel um filme que estreou nas salas de cinema europeias como complemento a Guerra das Estrela – o Império Contra-Ataca ,  voltou a ser exibido... ao cabo de 35 anos.

Guerra das Estrelas – o Império Contra-Ataca . Todo o cinéfilo conhece o título. E Black Angel, quem conhece? Aparentemente, os dois filmes nada têm em comum - mas a verdade é que o segundo nunca existiria sem o primeiro. Ou melhor: Roger Christian, realizador de Life of Brian e com um Óscar no currículo, nunca teria conseguido rodar Black Angel se não tivesse conseguido convencer George Lucas, o produtor da saga Guerra das Estrelas, a investir 25 mil libras na realização de uma curta metragem que haveria de servir “prelúdio” à estreia da sequela Guerra das Estrelas – o Império Contra-Ataca, nos cinemas europeus e australianos. 
A Ars Technica, que acompanhou o processo de perto, explica que, depois da estreia em 1980, os negativos de Black Angel mantiveram-se em local incerto nos extensos arquivos da Universal. 
Em 2011, o filme viria a ser redescoberto em mau estado – e, posteriormente, foi alvo de uma recuperação por parte de voluntários. Ou porque já não se revê na obra, ou talvez por modéstia, Roger Christian aconselha, na pequena introdução deste filme, os cinéfilos a recuarem os ponteiros do relógio mais de 30 anos para poderem compreender o contexto em que Black Angel foi produzido. 
Para já, o filme apenas está disponível no YouTube sem qualquer custo de visionamento. 
No circuito, há quem preveja que esta “curta” possa um dia chegar aos Netflix e afins ou mesmo às edições de DVD e Blu-Ray. Será que vai mesmo acontecer? Uma coisa é certa: em dezembro,  há um novo episódio de Star Wars … que se presta a todo o tipo de revivalismos.