exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Endereço do Instituto do Ambiente é agora um site de pornografia

O endereço do antigo Instituto do Ambiente é hoje explorado por uma empresa espanhola. Se algum dia visitar o site, prepare-se: as imagens e vídeos que lá são disponibilizados pouco ou nada têm a ver com ecologia.

  • 333
Captura do site do antigo Instituto do Ambiente, antes de ser integrado na Agência Portuguesa do Ambiente

Captura do site do antigo Instituto do Ambiente, antes de ser integrado na Agência Portuguesa do Ambiente

Decididamente, o endereço www.iambiente.pt já não é o que era. O site que, até ao ano de 2007, funcionou como uma referência no que toca ao meio ambiente, hoje redireciona os internautas para um endereço dedicado à pornografia. Resultado: mal clica no endereço do antigo Instituto do Ambiente (IA), o internauta é automaticamente encaminhado para o elucidativo www.videosdesexo.name – sem direito a advertência ou bolinha vermelha que alerte os espíritos mais suscetíveis.

A Exame Informática apurou que, em 2014, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA, que integrou o IA em 2007) notificou os serviços da DNS.pt que pretendia abandonar o endereço. A decisão justificava-se: o IA tinha sido extinto em 2006, e durante os oito anos seguintes, o endereço do IA passou a direcionar os internautas para o endereço da APA. Quando, aparentemente, já ninguém se lembrava do IA, a APA decidiu abandonar o endereço e acabar com o redirecionamento – e é aí que entra em cena a iSocialWeb, uma agência de marketing digital espanhola, que se dedica ao desenho e produção de sites a partir de Barcelona.

De acordo com os registos da DNS.pt, o endereço www.iambiente.pt foi registado em agosto de 2014 pela iSocialWeb. Foi depois dessa mudança de mãos que o endereço passou a alojar conteúdos pornográficos. O que além de encaminhar os internautas para páginas que nada têm a ver com o ambiente, também poderá revelar-se uma surpresa indesejada para os visitantes de páginas que ainda têm contêm alguns links para os serviços do antigo IA. Um exemplo: a página da Direção Geral de Saúde disponibilizava, até há alguns dias, alguns links sobre a presença de ozono na atmosfera que encaminhavam os utilizadores para o endereço que antes era do IA e agora aloja vídeos de sexo.

A APA revelou-se surpreendida com o destino que o antigo endereço do IA acabou por tomar, mas permite deduzir que o impacto dessa mudança terá sido diminuto, uma vez que não recebeu qualquer queixa ou alerta de internautas. Num e-mail enviado para a Exame Informática, fonte institucional da APA recorda ainda que ficou responsável pela gestão do endereço da IA devido a fusões de organismos operadas antes de 2006. «Não existem condições formais de justificação para o encargo de manutenção daquele endereço», esclarece a mesma fonte sobre os motivos que levaram ao abandono do endereço.

Luísa Gueifão, presidente da associação DNS.pt explica que o registo de endereços no domínio de topo de Portugal (.pt) está liberalizado, e que nada de ilegal há no uso do antigo endereço do IA por um site pornográfico. 

«Podemos impedir o uso de um endereço que contém termos que incitam a pornografia, mas não podemos fazer nada quanto aos conteúdos veiculados nos sites aqui registados (que não têm termos pornográficos e que respeitam os demais regulamentos). Até porque seria impossível controlar esses conteúdos. Quem considere que há razão para isso, poderá apresentar queixa nas entidades judiciais», explica a responsável da associação que gere o registo de endereços de Internet em Portugal.

Da APA também é improvável que saia uma queixa para as autoridades quanto ao uso que hoje é dado ao endereço do IA. «Tendo expirado, o domínio não foi renovado pela instituição que lhe sucedeu. Nestes termos, parece reduzida a base para uma ação legal», conclui fonte institucional da APA.

  • 333