exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Wareztuga acabou: «nunca pensámos alcançar um patamar tão alto»

O site pirata mais popular de Portugal, que chegava a bater canais de TV em audiências, fechou por vontade da equipa de gestão. «É uma decisão extremamente difícil para todos nós», afirma a equipa que geria o site.

  • 333

Ao cabo de quatro anos de atividade, o Wareztuga deixou de operar. E não terá sido por um dos processos movidos pela indústria do cinema que o mais famoso site pirata português deixou de operar. Numa mensagem para os milhares de fãs, o Wareztuga fez saber ontem que o momento da despedida tinha chegado: «É uma decisão extremamente difícil para todos nós, mais do que a maioria poderá sequer imaginar, mas o nosso trabalho atingiu patamares de popularidade tão altos, que se tornou absolutamente impossível continuar a lutar e a gerir um projecto de tamanha dimensão. São 4 anos de luta, suor, dedicação e sacrifício que chegam agora ao fim, mas também de enorme prazer, satisfação e orgulho por tudo o que juntos conseguimos atingir. Partimos de consciência tranquila, pois alcançámos aquilo que sempre sonhámos: ser um exemplo, uma referência, uma estátua do que pode ser alcançado, quando a força de vontade é infinita».

A mensagem da equipa do Wareztuga não adianta detalhes sobre o fim do polémico endereço que teimou em funcionar, apesar do cerco cada vez mais apertado da indústria do cinema. No texto apresentado ao público, o Wareztuga enaltece a capacidade de resistência às investidas dos legítimos detentores de direitos de autor, que tentaram inutilizar, por mais de uma vez, o site streaming de vídeo através do encerramento de servidores, processos de tribunal ou remoção de links.

«No final, temos o orgulho de poder afirmar que hoje fechamos o wareztuga.tv por vontade própria e fomos aqueles que mais tempo resistiram, apesar de todas as pressões exteriores para que o contrário sucedesse», referem os responsáveis do Wareztuga, afastando qualquer hipótese de o projeto pirata regressar ao ativo no futuro.

  • 333