exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Dmail: os emails que se autodestroem consoante a vontade do remetente

Os utilizadores de Gmail podem testar uma extensão para Chrome que lhes permite definir em que data querem que um email enviado se autodestrua.

  • 333

Paulo Matos

O Dmail é uma extensão para Chrome que permite aos utilizadores de Gmail revogar o acesso a um email que tenham enviado em qualquer altura depois de o terem enviado. Segundo o The Verge, é até possível recorrer a um timer e definir uma data (semana, dia e hora) para que a mensagem passe a ficar automaticamente inacessível.

Importa destacar que o Dmail funciona mesmo que o destinatário do email não tenha a extensão instalada, já que, na prática, o serviço não apaga a mensagem; em vez disso, encripta o email a pedido. Ou seja, quem receber um Dmail e não tiver a extensão instalada receberá um botão a dizer para ver a mensagem, que será aberta noutra aba do browser. Os utilizadores que tiverem o Dmail instalado receberão o email da mesma forma que recebem todas as outras mensagens no Gmail.

De acordo com o TechCrunch, de cada vez que o utilizador usa o serviço, o email é encriptado localmente na máquina do remetente através de um algoritmo de 256 bits, sendo que uma cópia encriptada desse email é enviada para os serviços de armazenamento de dados da Dmail. Contudo, os responsáveis pela empresa garantem que apenas o remetente e o destinatário conseguirão ter acesso ao email de forma legível.

Para já, o Dmail está disponível gratuitamente em versão beta, mas os responsáveis esperam avançar para um modelo freemium no futuro e lançar suporte para Android e iOS ainda este ano.

  • 333