exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Undandy: nesta marca portuguesa, o cliente cria os sapatos na Net

E se um internauta puder definir o look dos seus próximos sapatos através de 156 mil milhões de combinações possíveis? A Undandy, de São João da Madeira, já começou a explorar o conceito.

  • 333

Hugo Séneca

Os clientes da Undandy calçam sapatos – mas também determinam como serão esses sapatos. A jovem marca entrou no mercado tendo como principal pilar uma plataforma online que permite a qualquer internauta definir como o “look” do seu calçado, deixando em aberto a possibilidade de combinar cores, formas, modelos, texturas ou pormenores.

Quatro meses depois de um lançamento sem grande alarido, a empresa vendeu 200 sapatos à medida dos gostos e das opções de clientes de 20 países. A empresa estima fechar 2015 com 250 mil euros de faturação. Em 2016, se os planos da marca de São João da Madeira correrem como previsto a faturação poderá chegar aos 750 mil euros.

Mas nem são as previsões de faturação que têm o maior número revelador da ambição da Undandy. De acordo com a empresa, a plataforma de personalização permite um total de 156.688.257.600 (156 mil milhões para simplificar) de combinações entre os vários materiais, desenhos, ornamentos, componentes e detalhes de um par de sapatos. As ferramentas de personalização permitem que o utilizador defina o look do seu calçado a partir de três formas, 75 modelos e uma espetro de cores alargado. O processo de desenho do sapato implica apenas cinco passos.

As encomendas são produzidas à mão e seguem de perto os pedidos dos clientes. Além de sapatos, os internautas podem experimentar a personalização em ténis. A marca apenas disponibiliza calçado masculino.

No dia 11 de outubro, a marca pôs fim à discrição em que tem evoluído com a participação na Moda Lisboa, após convite do estilista Nuno Gama.