exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Facebook vai passar a ter em conta o interesse público antes de tirar notícias da Net

Órgãos de informação e instituições de caridade estavam entre os principais críticos do Facebook por este retirar imagens e conteúdos, sem aviso prévio. Agora, o interesse público vai passar a ser considerado, antes de se tomar uma decisão.

  • 333

Joel Kaplan e Justin Osofsky são os dois vice-presidentes do Facebook que assinaram o anúncio a informar que a rede social vai começar a considerar o interesse público antes de remover imagens ou conteúdos que possam desrespeitar a política de utilização.

O anúncio surge algumas semanas depois de muitas críticas. Um jornal noruguês publicou um artigo ilustrado com uma imagem de uma rapariga nua no Vietname depois de um ataque de napalm e esse conteúdo foi retirado da rede social. Poucas semanas depois, um link para uma notícia do Le Monde foi retirado por ter uma imagem de uma mamografia e onde se vislumbrava um mamilo.

«Nas próximas semanas, vamos começar a permitir mais itens que as pessoas considerem relevantes, significativos ou importantes para o interesse público – mesmo que violem de alguma forma os nossos standards», explica o comunicado, citado pelo The Guardian. «Vamos trabalhar com a comunidade e com os nossos parceiros para identificarmos a melhor forma de o fazermos», continua o comunicado.

  • 333