exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Hackers revelam dados de 134 mil marinheiros dos EUA

Um ciberataque não reivindicado logrou o acesso aos dados pessoais de 134 mil marinheiros. A Marinha dos EUA diz encarar o caso com «extrema seriedade».

  • 333

Um computador de um funcionário da Hewlett Packard, que estava a prestar serviços em regime de outsourcing para a marinha dos EUA foi atacado por hackers, criando uma brecha que permitiu dar acesso a dados de mais de 134 mil militares. Os cibercriminosos conseguiram obter dados classificados como «sensíveis» sobre marinheiros que se encontram no ativo ou que já passaram à reserva. Entre os dados revelados figuram os números da Segurança Social, que também costumam ser usados como elementos identificativos dos cidadãos dos EUA.

O ataque terá sido levado a cabo a 27 de outubro. Durante as próximas semanas, os visados pelo ataque deverão ser notificados sobre a fuga de informação.

Ainda não há relatos de aproveitamento da informação com propósitos maliciosos. O que não impede a Marinha de encarar o caso com a devida atenção: «A Marinha (dos EUA) encara este incidente com extrema seriedade – trata-se de uma questão que envolve a confiança dos nossos marinheiros», afirmou, em declarações para a Reuters, Robert Burke, Chefe de Pessoal da Marinha dos EUA.

  • 333