exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Lavabit, o email preferido de Snowden, está de volta

Os serviços da Lavabit foram suspensos em 2013, depois de a empresa recusar fornecer as chaves de encriptação SSL às autoridades. Agora, o serviço está de volta e com mais funcionalidades de segurança.

  • 333

Edward Snowden usava preferencialmente o email da Lavabit, por acreditar ser uma das formas mais seguras de comunicar. Em 2013, o governo dos EUA obrigou a empresa a ceder as chaves de encriptação SSL para conseguir espiar as comunicações do analista da NSA, mas a Lavabit recusou fazê-lo e acabou por encerrar mesmo o serviço. Agora, o fornecedor está de volta e com uma nova arquitetura que torna fisicamente impossível ter acesso às chaves de encriptação. Desta forma, mesmo que a empresa o queira fazer, não é possível entregar as chaves SSL. De acordo com o The Intercept, há um mecanismo físico que não se pode violar e que armazena, gera e destroi a codificação: «assim que esteja lá, não podemos voltar a tirar aquela chave SSL», diz um responsável da Lavabit.

Nesta fase, o serviço vai estar disponível apenas para os antigos utilizadores que viram as suas contas encerradas, embora seja provável que os emails antigos não possam ser recuperados. Para novos utilizadores, o serviço vai estar disponível em três modos: Trustful, onde a chave é encriptada nos servidores da empresa; Cautious, com serviço de encriptação end-to-end; e Paranoid, com a chave a ficar armazenada localmente nos dispositivos dos utilizadores.

Por último, há a funcionalidade Dark Mail, onde todos os metadados da comunicação são também encriptados, tornando impossível ao ISP do remetente saber o endereço do destinatário e o ISP do destinatário saber quem o enviou.

Ainda não se sabe quando é que o serviço vai estar disponível para novos membros.

  • 333