exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Sabia que há um Tinder só para CEOs, supermodelos e membros exclusivos?

O Tinder não faz muito alarido disso, mas tem uma versão Select ativa há quase seis meses e que se destina apenas aos membros mais influentes e para celebridades.

  • 333

Exame Informática

A plataforma Select terá começado apenas por convite: o Tinder analisou os perfis que tiveram muito sucesso, ou seja, que receberam muitos swipes para a direita, e convidou-os a integrar uma área mais restria do serviço. A alguns destes membros foi também dada a possibilidade de se convidar outros. Ainda não há qualquer indicação oficial do Tinder sobre o Select, nem sobre a forma como opera e as informações que chegam agora ao público surgem no Tech Crunch, que teve acesso a uma fonte anónima.

O look do Select é melhor do que o do Tinder “normal”, com alguns gradientes de cor e efeitos mais subtis. Os utilizadores podem alternar rapidamente entre as duas versões do Tinder. A estratégia parece passar pela criação de um clube exclusivo, onde apenas celebridades, CEOs e membros atraentes têm lugar.

Nesta fase, o Tinder parece focado em garantir que esta fatia de cerca de 1% de utilizadores está satisfeita.

  • 333