exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Quarenta pessoas viram uma violação em direto no Facebook. Nenhuma chamou a polícia

A polícia de Chicago está a investigar um caso de violação de uma jovem de 15 anos que foi transmitido em direto no Facebook Live

  • 333

Desde outubro até hoje, há registo de quatro casos de violações transmitidas em direto no Facebook Live. O caso mais recente, que acaba de ser revelado pelo Chicago Tribune, envolve uma jovem de 15 anos que terá sido violada por «cinco ou seis homens». À violência do ato junta-se outro pormenor perverso: 40 pessoas terão assistido à violação transmitida em direto na ferramenta do Facebook, mas nenhuma delas terá tido a iniciativa de alertar as autoridades.

O caso só chegou ao conhecimento das autoridades depois de a violação estar consumada. De acordo com a Ars Technica, apenas quando a mãe da vítima abordou um polícia com algumas das imagens extraídas do vídeo, a investigação foi iniciada.

A jovem já estará a salvo com a família – mas não há ainda qualquer registo de identificação ou detenção dos autores da violação.

O vídeo foi removido do Facebook depois das diligências tomadas pelas autoridades.

Este caso surge cerca de três meses depois de outro tão ou mais tenebroso, que levou à detenção de quatro adolescentes na sequência da transmissão de um caso de tortura em direto.

  • 333