exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Nos lança portal de turismo e estreia negócio com dados de tráfego

No Portal de Informação Turística, é possível conhecer os principais indicadores produzidos pelos fluxos dos cidadãos estrangeiros enquanto estão em Portugal. É um serviço inédito em Portugal

  • 333

A Nos tornou-se, provavelmente, no primeiro operador português a lançar um serviço que tem por base o tratamento de dados de rede. O Portal de Informação Turística foi lançado hoje em cerimónia pública com o propósito de dar a conhecer estatísticas, tendências e padrões que ajudam a descrever o setor do Turismo, tirando partido do conceito de Big Data. A informação que consta no novo portal foi selecionada a partir do tráfego da rede da Nos e processada com o propósito de gerar diferentes níveis de análise no que toca ao turismo nos mais de 300 municípios portugueses.

A Nos tira partido das conexões às redes móveis e fixas para recolher dados que têm em conta a provável origem dos turistas estrangeiros e os percursos que fazem quando estão em Portugal. «Toda a informação é sujeita a um processo de anonimização irreversível», informa João Ricardo Moreira, administrador da Nos Comunicações.

O setor do Turismo poderá não ser mais que a porta de entrada num novo negócio que tem por base a exploração comercial de informação recolhida pela rede da Nos. «Temos de facto o objetivo de trabalhar com tudo o que envolva as smart cities», explica João Ricardo Moreira.

O portal arranca sob a lógica do freemium: toda a informação está disponível sem qualquer custo – mas também estão previstas modalidades de acesso a dados mais refinados e detalhados, mediante o pagamento de um valor ainda por anunciar.

«O objetivo é manter para sempre o Portal da Informação Turística grátis e aberto para todos. Mas ao navegar no site pode acontecer que uma entidade levante questões que implicam mais informação e nesse caso poderá ter de pagar para poder ter acesso à informação que pretende», refere o administrador da Nos.

Através da rede, um operador fica em condições privilegiadas para obter informação sobre o que faz a população nos diferentes locais e diferentes horas. É uma informação que tanto pode ser útil para o lançamento de novos produtos e serviços, como pode dar informação útil para fazer afinações na oferta de uma empresa. «A Internet das Coisas (IoT) vai acrescentar riqueza, mas os fluxos de pessoas são especialmente importantes para o desenvolvimento de negócios. Já podíamos lançar este serviço sem ter dados de IoT… mas, sim, o IoT vem exponenciar este negócio», acrescenta João Ricardo Moreira.

No Portal de Informação Turística é possível conhecer diferentes pressão e a densidade turísticas, bem como o efeito produzido pelos fins de semana, ou a taxas de retenção noturna. Além de comparações entre municípios, o novo site dá a conhecer rankings que ajudam a descrever o setor do turismo do ponto de vista estatístico.

  • 333