exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Facebook tem planos para rivalizar com o YouTube

O Watch marcou a entrada do Facebook na publicação de vídeos exclusivos. A plataforma parece algo confusa e não muito apelativa, mas sabe-se agora que a Facebook vai expandir o Watch e quer rivalizar com o YouTube.

  • 333

Exame Informática

A Facebook quer implementar um esquema de monetização que atraia os criadores para a sua plataforma. Esta é a estratégia para conseguir rivalizar com o YouTube, apresentando um modelo de partilha de receitas semelhante ao da Google. Com este compromisso, a empresa de Zuckerberg pretende atrair para o Watch mais criadores e oferecer acessos exclusivos a novos vídeos virais.

O YouTube alterou recentemente as regras de divisão de receitas, prejudicando os pequenos criadores, depois de ter sido alvo de críticas constantes por causa de vídeos com discursos de ódio ou desaconselhados aos mais pequenos. A plataforma da Google tem passado um mau bocado a tentar monitorizar os conteúdos que são publicados, uma batalha que também o Facebook tem tido. Assim, não se espera que o Watch seja, logo à partida, uma plataforma livre de vídeos polémicos, explica o Gizmodo.

A estratégia de Zuckerberg passa por fazer com que os utilizadores passem mais tempo a navegar no Facebook e que, dessa forma, sejam alvo de mais anúncios publicitários. As estatísticas diárias do último trimestre revelam que os utilizadores estavam com um elevado nível de tristeza, o mais alto desde 2015. O fundador acredita que esses níveis se devem à inexistência de vídeos virais que façam os utilizadores crer que passaram um bom tempo.

  • 333