exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Sites põem smartphones Android a minerar criptomoeda até ser inserido um código

A Malwarebytes alertou para a deteção de um malware que redireciona os utilizadores para páginas carregadas com sistemas que usavam o poder de processamento dos smartphones para minerar a criptomoeda Monero e só param de o fazer quando se coloca um código.

  • 333

Exame Informática

Segundo o alerta da empresa de segurança Malwarebytes, ainda não há detalhes sobre o número de vítimas, mas sabe-se que milhões de utilizadores de Android podem ter sido redirecionados para estas páginas que sequestram a capacidade de processamento dos telefones para minerar Monero. Tudo indica que os utilizadores estejam a ser redirecionados através de anúncios carregados com malware e provenientes de apps não oficiais.

A Malwarebytes identificou cinco domínios a usar o mesmo código CAPTCHA e informa que pelo menos dois deles têm mais de 30 milhões de visitas por mês, sendo que todos eles juntos somam mais de 800 mil visitas por dia. Em média, o tempo passado em cada uma destas páginas é de quatro minutos, o que poderá equivaler a bastante mineração conseguida, explica o Engadget.

As estratégias para se manter seguro passam por usar filtros e software de segurança especializado, além de descarregar e usar apenas as apps provenientes das lojas de aplicações oficiais.

  • 333