exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

O que se obtém quando a Google mistura IA com pesquisa de imagens e GIFs? O Move Mirror

A iniciativa da Google pretende mostrar um lado mais divertido das potencialidades do machine learning

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Quando aplicada à investigação científica, a Inteligência Artificial pode ter fins nobres e úteis, como a deteção de objetos em imagens, contribuir para o diagnóstico de doenças ou permitir que um carro seja conduzido de forma autónoma, mas também pode ser aplicada para fins lúdicos. Foi isso que a Google fez com o Move Mirror, uma experiência que se propõe explorar imagens de uma forma divertida.

A premissa é simples: o utilizador deve colocar-se em frente à webcam e mexer-se (dançar, por exemplo), já que o Move Mirror vai comparar esses movimentos com cerca de 80 mil imagens de pessoas a fazerem poses similares. O resultado final, que pode ser partilhado com amigos, é a criação de um GIF com uma espécie de espelho mágico em que são refletidas imagens do utilizador e de atividades como desporto, dança, artes marciais, representação, etc.

Como a Google revela no seu blog, o objetivo do Move Mirror é mostrar que estas técnicas podem ser disponibilizadas a qualquer pessoa que tenha um computador e uma webcam. Além disso, também quer tornar o machine learning mais acessível aos programadores e makers ao permitir experimentar a tecnologia no browser. Refira-se que a empresa recorreu ao PoseNet, um modelo que permite detetar figuras humanas em imagens e vídeos ao identificar pontos-chave do corpo, e a TensorFlow.js.

Pode recorrer ao site oficial do Move Mirror para experimentar um destes GIFs e ver um breve vídeo abaixo.