exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Trump acusa Google de destacar notícias pouco abonatórias sobre a presidência

Chip Somodevilla

O presidente dos Estados Unidos acusa a tecnológica de tentar silenciar os conservadores e pondera avançar com regulamentação

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Nova incursão de Donald Trump no Twitter. Desta vez, o presidente dos Estados Unidos criticou a Google por considerar que as pesquisas sobre notícias Trump apenas mostram a cobertura negativa feita pelos media sobre a sua pessoa.

Donald Trump refere que 96% dos resultados das pesquisas para “Trump News” são de órgãos de comunicação de Esquerda e de entidades que considera ser Fake News Media, como a CNN. O presidente considera que estão a tentar calar as vozes dos conservadores e a omitir informações, considerando a situação grave e prometendo endereçá-la.

Larry Kudlow, conselheiro económico para o presidente afirmou, de seguida, ao The Washington Post que o governo está a estudar a possibilidade da Google e de outros motores de busca poderem vir a ser alvo de regulamentação política.

Entretanto, um porta-voz da Google, citado pela Cnet, afirma que «a pesquisa não é usada para definir uma agenda política e não influenciamos os nossos resultados para favorecer qualquer ideologia política».

Recorde-se que, no início do mês, Donald Trump acusou as empresas de redes sociais de discriminar os republicanos e conservadores depois de Alex Jones ter sido banido de várias plataformas.

  • 333