exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Aprovados 71 novos emoji interraciais

Alguns dos novos emoji que estão prestes a chegar

A parceria da Tinder com a Emojination representa uma vitória para os casais que em breve vão passar a ser representados na linguagem emoji

  • 333

Francisco Garcia

A Tinder, a aplicação de encontros amorosos, e a Emojination, um grupo de ativistas que pretende dar voz a causas sóciais através dos emoji, estão a celebrar a aprovação de 71 novos emoji, resultantes de uma iniciativa que pretende promover a igualdade e respeito por casais interraciais. Foi graças a uma petição online feita pela parceria, que recebeu mais de 50 mil assinaturas, que as variações do casal emoji poderão ser utilizadas brevemente.

«Queríamos ter o emoji interracial disponível não apenas para promover a igualdade, mas para combater a exclusão destes casais», disse Jenny Campbell, responsável do departamento de marketing da Tinder, citado pelo The Guardian.

A evolução da linguagem emoji tem vindo a progredir ao longo dos últimos anos. Em 2015 foram adicionados diferentes tons de pele e em 2016 foi acrescentado um conjunto de representações diferentes da mulher. Em 2017 e 2018 a família emoji recebeu um conjunto de personagens que promoviam a igualdade e fluidez de género, a aceitação de pessoas com handicaps físicos, bem como a variedade de cores de cabelo, com a introdução dos emoji ruivos.

«Os nossos utilizadores estão desejosos de se poderem expressar visualmente através de uma linguagem mais tecnológica. Mesmo que hoje em dia haja uma maior aceitação social e um maior número deste tipo de casamentos, haver uma representação iconográfica dos diferentes tipos de casais na linguagem tecnológica, pode ajudar ao progresso social», refere Campbell.

Este ano vai chegar também um emoji waffle, um coração branco, um cão guia, uma preguiça e o tão esperado emoji numa cadeira de rodas. «Sabemos que uma representação igualitária e justa é importante para os nossos utilizadores e para nós», concluiu a responsável.

  • 333