exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Google lança ferramentas de combate às fake news em véspera de Eleições Europeias

O YouTube passará a destacar fontes como a BBC ou a FranceInfo na secção “Top News” ou na “Última Hora”, fazendo com que os utilizadores possam aceder a conteúdos verificados de forma intuitiva

  • 333

Francisco Garcia

Com as eleições europeias a chegar, a Google lançou novas ferramentas de combate à desinformação, com particular enfoque no YouTube. A plataforma passará a estar sujeita a marcas de transparência editorial, que a obrigam a mostrar as fontes noticiosas, sejam de financiamento público ou estatal.

«O nosso objectivo é prover os utilizadores com mais informação, para os ajudar a entender melhor as fontes das notícias que vêem no YouTube», afirma a Google num comunicado.

O YouTube passará também a destacar fontes como a BBC ou a FranceInfo na secção “Top News” ou na “Última Hora”, fazendo com que os utilizadores possam aceder a conteúdos verificados com maior facilidade.

Embora esta opção já esteja disponível no Reino Unido, França e Alemanha, a Google pretende disponibilizá-la noutros países da zona euro, «durante as próximas semanas e meses», para combater o efeito viral das fake news e promover a circulação de informação fidedigna.

  • 333