exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Internet

Facebook vai ter revisores de conteúdos para apagar mensagens de ódio

KARRASTOCK - Getty Images

A iniciativa da rede social quer tornar a plataforma mais amigável através de um controlo maior de conteúdos sensíveis que disseminem mensagens de ódio. Atualmente, a taxa de sucesso na prevenção do problema encontra-se na ordem dos 65%

  • 333

Francisco Garcia

A Facebook revelou num relatório sobre reforço de matérias de segurança que tem em curso um programa piloto para combate ao discurso de ódio. A partir de agora a rede social vai destacar vários revisores de conteúdos, que vão ter como objetivo descobrir e eliminar publicações que promovam a descriminação e o ódio.

De acordo com a Engadget, o número de funcionários que vão integrar o programa ainda não é claro, nem se sabe ainda a duração da ação. Esta é uma medida que a Facebook considera necessária, dado que a plataforma é muitas vezes usada para a divulgação de atos de terrorismo, violência racial, bullying, assédio, entre outras situações.

A Facebook reconheceu neste relatório que a deteção de discurso de ódio é ainda um problema corrente, embora, segundo os números apresentados, a taxa de sucesso atual de combate do problema se encontre na ordem dos 65%. Uma melhoria visível, dado que em 2017 a taxa registada encontrava-se significativamente abaixo, estando nos 24%.

Recentemente a Facebook tem vindo a banir vários utilizadores e contas que se enquadram neste perfil, contando muito com as denúncias de utilizadores que assinalam conteúdos sensíveis – o objetivo é reduzir ao máximo a exposição dos mesmos na plataforma e depois apagá-los para tornar a Facebook numa rede social mais fácil de usar para a comunidade de utilizadores.

Facebook

  • 333