Breivik treinou no COD: Modern Warfare 2

20/04/2012 10:21

O alegado assassino de 77 pessoas na Noruega afirmou em tribunal que tirou um ano de licença sabática e esteve a treinar no Call of Duty: Modern Warfare 2 antes do massacre.

Muitas horas a jogar Call Of Duty para treinar para o massacre

Anders Breivik explicou que faria tudo de novo, que treinou durante um ano a jogar COD e que passou 16 horas diárias em World of Warcraft. A CNN noticia ainda que estas alegações levantaram novamente a questão da violência dos videojogos e como esta pode influenciar o comportamento humano.

Apesar de tudo, a comunidade de gamers e cronistas deste segmento voltaram a afirmar que não se pode dizer que há uma ligação entre jogos violentos e a violência real. A questão tornou-se popular com o massacre de Columbine, nos EUA. Na altura, explicou-se que os autores do massacre tinham passado horas a jogar Doom.

Os argumentos de quem diz que não há ligações podem ser divididos em grupos: há milhões de jogadores em todo o Mundo e que não matam pessoas; Breivik estava influenciado não pelos videojogos, mas por ideologias como o racismo ou ideais de extrema-direita; o COD não é realista o suficiente para se treinar massacres e por fim não há estudos conclusivos que provem a ligação entre jogos e realidade.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Em oito meses houve 133 ataques de laser contra aviões em Portugal

Em Portugal, a triste de moda de apontar lasers aos cockpits dos aviões não parou de crescer desde 2010. Responsável do gabinete de investigação a acidentes aéreos pede nova legislação.

Repórter EI: CarCoDe

Mostramos um sistema de telemetria desenvolvido em Castelo Branco e que mostra ao pormenor como estão todos os componentes de um carro.

Dicas EI: Bluetooth

Saiba o que é e como tirar o melhor partido deste padrão de comunicação entre dispositvos.

I-GotU Pod 30 em análise

Experimentamos um pequeno dispositivo que inclui vários sensores ideias para desportistas e que permitem, por exemplo, controlar o ritmo das corridas.

Exame Informática TV n.º 451

Em destaque neste programa: mostramos como a tecnologia ajuda a Easyjet a ser mais eficiente e conhecemos o CarCode, um sistema que diz tudo sobre os componentes de um automóvel. 

Exame Informática 242, agosto

Não procure mais! Estão aqui 100 das melhores aplicações que pode, e deve, ter no seu smartphone e tablet. Também testámos o televisor mais fino do mundo, revelamos os melhores gadgets para ter consigo no verão e, entre muitas outras coisas, descobrimos como é fácil clonar um passaporte português.

EI Tv

Exame Informática TV n.º 451

Em destaque neste programa: mostramos como a tecnologia ajuda a Easyjet a ser mais eficiente e conhecemos o CarCode, um sistema que diz tudo sobre os componentes de um automóvel. 

Exame Informática TV n.º 450

Em destaque neste programa: voamos o Parrot Bebop e mostramos um sensor ideal para desportistas.

Exame Informática TV n.º 449

Em destaque neste programa: conhecemos um robô que ajuda os mais velhos a manterem-se em forma e mostramos dois relógios inteligentes da Growing.