exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Jogos

Microsoft deixa de produzir o Kinect

O periférico que prometia mudar a forma como jogamos vai chegar ao fim. A Microsoft já terá parado a produção, sete anos depois da estreia.

  • 333

Exame Informática

A Microsoft já tinha deixado no ar que o fim do Kinect estava próximo e o Fastcodesign noticia que a produção de novas unidades já foi mesmo terminada. Agora, só será possível comprar os Kinect que os vendedores tenham em stock. O hardware, quando foi lançado, prometia tornar o corpo de cada utilizador no controlador de jogo, mas o impacto no setor de gaming foi reduzido. Os Kinect foram usados para investigações científicas não ligada a jogos e também há sensores destes integrados nos HoloLens.

Uma das explicações para o pouco sucesso do Kinect passou pelas dificuldades dos criadores de jogos desenvolverem títulos verdadeiramente apelativos e revolucionários. O sistema praticamente não consegue tratar da locomoção dentro de um jogo, pelo que aposta passava por carris ou teletransporte de um local para o outro. Os jogos mais populares são de fitness ou de concursos de dança. A Microsoft, relembra o ExtremeTech, nunca desenvolveu soluções híbridas em que há um controlador mais tradicional e onde se tirasse partido depois da câmara e sensores do Kinect.

Este tipo de desafios também se coloca aos ambientes de Realidade Virtual, sem que haja para já uma solução consensual.