exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Jogos

Blizzard expulsa jogador profissional de Hearthstone por apoiar Hong Kong

Ng “Blitzchung” Wai Chung é um jogador profissional de Hearthstone que emitiu declarações pro-Hong Kong. A Blizzard anunciou a expulsão do jogador durante um ano por ter violado uma secção do regulamento de um torneio.

  • 333

Exame Informática

Blitzchung viu-se privado do prize money do torneio de Hearthstone e está impedido de participar em torneios da Blizzard durante um ano. A editora justifica a punição por Blitzchung ter violado a secção do regulamento que proibe os jogadores de fazer ou dizer alguma coisa que «ofenda uma porção ou grupo do público». A Blizzard escreve em comunicado que «Grandmasters é o nível mais elevado dos Esports Hearthstone e levamos as violações das regras do torneio muito a sério (...) embora apoiemos os direitos de cada um para expressar os seus pensamentos individuais e opiniões, os jogadores e outros participantes que fazem parte das competições de esports têm de respeitar as regras da competição», cita o ArsTechnica.

Os vídeos da participação infratora de Blitzchung já não estão disponíveis, mas o Inven Global avança que o jogador gritou, em mandarim, «Libertem Hong Kong, a revolução da nossa era!» enquanto envergava uma máscara de gás, símbolo dos protestantes locais.

«O meu apelo no stream foi apenas mais uma forma de participação nos protestos que quero que mereçam mais atenção», disse o jogador «Sei o que minha ação no stream significa. Poderá causar-me muitos apuros, mesmo na minha segurança na vida real. Mas julgo ser o meu dever dizer algo sobre o assunto».

A China tem usado o seu poderio económico para pressionar as empresas do Ocidente a censurar os discursos pro-Hong Kong e a Blizzard pode ter sido uma das “vítimas” mais recentes das pressões chinesas.

  • 333