exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Jogos

Criadores de Fortnite acusados de tornarem o jogo tão viciante quanto a cocaína

Em março deste ano o título registou cerca de 250 milhões de utilizadores e reverteu 3 milhões de dólares em lucro para os criadores em 2018

  • 333

Francisco JM Garcia

Os criadores do jogo Fortnite foram processados por alegadamente terem tornado o jogo altamente aditivo para os utilziadores. De acordo com a publicação Cnet, o caso foi recebido pelo Tribunal Superior do Quebec, no Canadá, na sexta-feira passada e refere que o jogo produzido pela Epic Games é tão aditivo quanto cocaína.

«O vício do Fortnite tem consequências reais na vida dos jogadores: muitos deixam de comer, de tomar banho e param de socializar», diz o processo, alegando ainda que muitos jogadores já tiveram de recorrer a tratamentos para combater a adição ao jogo e que os criadores falharam «em avisar sobre os riscos e perigos inerentes ao jogo.»

Atualmente, o jogo free-to-play é um dos battleroyales mais bem sucedidos de sempre e gerou lucros na ordem dos 3 mil milhões de dólares (2,73 mil milhões de euros) à Epic Games no ano passado. Segundo a publicação Cnet, o jogo registou aproximadamente 250 milhões de utilizadores no passado mês de março.

  • 333