Cópia privada: proposto teto máximo de 6% do preço dos equipamentos eletrónicos

Hugo Séneca
13/02/2012 16:53
DR A Assembleia da República está a debater o projeto de lei da cópia privada

A bancada parlamentar do PS reviu as alterações ao projeto de lei da cópia privada e propôs a introdução de um teto máximo à aplicação de taxas.

Terminadas as audições na Comissão Parlamentar da Educação, Ciência e Cultura, eis que a bancada parlamentar do PS acaba de propor alterações ao projeto de lei 118/XII que prevê a aplicação de taxas aos equipamentos eletrónicos, para efeitos de compensação dos autores pelas cópias privadas de livros, música ou software.

As alterações propostas preveem a aplicação de uma taxa que não deverá superar 6% do preço dos equipamentos eletrónicos antes do IVA. Segundo a Lusa, as alterações propostas pela deputada e ex-ministra da cultura Gabriela Canavilhas preveem isentar de qualquer taxa os cartões de memória usados pelas máquinas fotográficas.

Caso as alterações agora apresentadas sejam aprovadas na Assembleia da República, o Governo passará a atualizar todos os anos, ou a cada par de anos, as taxas a aplicar a cada equipamento eletrónico.

Gabriela Canavilhas estima que as taxas possam valer entre cinco e seis milhões de euros anuais para autores, produtores e intérpretes de obras que são copiadas para uso privado dos consumidores. Os montantes referentes às taxas de compensação são distribuídos pela Associação para a Gestão da Cópia Privada (AGECOP) pelos vários intervenientes na indústria.

Atualmente, as taxas de compensação da cópia privada são aplicadas a alguns discos e leitores de CD. Em 2011, a AGECOP recolheu e distribuiu cerca de 1,8 milhões de euros.

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Uma startup num minuto. A OceanScan zarpou dos laboratórios da Universidade do Porto para criar a única marca de submarinos robotizados portuguesa. No final do ano deverá faturar o primeiro milhão.

A Nvidia lança um tablet Android com ecrã de oito polegadas otimizado para jogos. Há um modo de consola para ligar o tablet à TV e um comando para jogar melhor. 

Já testamos o Sony Xperia Z3, um smartphone topo de gama com os lados arredondados e bastante resistente. 

Uma startup num minuto. Um papel e os sistema de pagamentos do Multibanco – é tudo o que a Last2Ticket precisa para criar um bilhete de concerto ou um voucher de hotel.

Em destaque neste programa: frente a frente, os phablets mais desejados do momento.

A Não perder

 Não é preciso gastar 500 euros para ter um bom smartphone! É o que provamos nesta edição, onde analisamos e comparamos 27 smartphones dos 60 aos 250 euros

EI Tv

Em destaque neste programa: frente a frente, os phablets mais desejados do momento.

Em destaque neste programa: fomos ver as casas que se movem e montamos uma impressora 3D a partir do zero.

Em destaque neste programa: testamos o Nvidia Shield e a pulseira inteligente Huawei Talkband B1.

 

O Twitter vai implementar uma ferramenta que lhe permite saber quais as apps tem cada utilizador no telemóvel ou no tablet, para poder apresentar publicidade ainda mais orientada.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .